Torre de Quioto

October 16, 2017

por Juliana Yumi Kikuchi e Tomomi Nakae

-Uma vista única sobre a cidade

A torre de Quioto fica mesmo em frente à Estação de Quioto, a apenas cerca de cinco minutos a pé. Do alto desta torre, temos uma vista de 360 sobre a cidade de Quioto, em uma sala de observação que fica a 100 metros de altura. Contando com para-raios, a Torre de Quioto tem uma 131 metros de altura, uma das mais alta do Japão. Quioto tem uma legislação muito rigorosa sobre a altura dos edifícios, tornando esta torre o edifício mais alto de toda a cidade. Para os visitantes, a paisagem muda consoante o tempo e as estações do ano. Vale a pena subir à sala de obcervação mais do que uma vez. E até pode ver Osaka quando está bom tempo.

 

【Horário de funcionamento】

9:00~21:00 (*última entrada às 20:40)

*o horário de funcionamento pode mudar sem aviso prévio

 

【Preços de visita】

_______________________ Indivíduo _____Grupo (mais de 10 pessoas)______

Adulto                                                       770 ienes          600 ienes

Estudantes (16~)                                     620 ienes          450 ienes

Estudantes (6~15 anos)                         520 ienes          350 ienes

Crianças (mais do que 3 anos)              150 ienes

Pessoas com deficiência                           350 ienes

(é necessário mostrar comprovativo)

_____________________________________________________________

*os preços não incluem a taxa de consumo

* os preços de desconto para grupo são válidos para grupos de apenas adultos, ou apenas estudantes.

 

-A cor das iluminações

Normalmente, a Torre de Quioto mantém a sua cor branca, mas algumas vezes muda. Isto acontece em eventos especiais.

【A hora da iluminação】

Depois de pôr-do-sol até as 24:00

* no dia 16 de todos os meses, a Torre de Quioto não é iluminada, como forma de poupar energia. Este dia é conhecido como o dia “Do You Kyoto?”

 

Desde setembro de 2016, é possível solicitar a iluminação com cores escolhidas para ocasiões especiais, como aniversários ou casamentos. Apenas custa 30 mil ienes por uma cor ou 45 mil ienes para duas cores, por um período de 30 minutos. É possível efeitos de iluminação por 20 mil ienes mais.

* há várias condições para os pedidos de iluminação. Po vezes, nem todos os pedidos podem ser aceites.

 

-As termas ~YUU~

Situadas no andar B3, estão abertas desde as sete horas da manhã até as 20:30 (última entrada às 20:00).

* o horário pode mudar sem aviso prévio.

 

【Preço】

Adulto        750 ienes (dias úteis)  890円 (fim-de-semana e feriados)

Criança        450 ienes

(mais do que 2 anos, menos do que 6 anos)

 

 

 

 

 

 

___________(balneário feminino)______________(balneário masculino)_________

Link internet (em inglês)

https://www.keihanhotels-resorts.co.jp/kyoto-tower/en/floorguide.html#spa

 

-Tower Bill 1F~2F 「KYOTO TOWER SANDO」

B1F gastronomia:local onde pode experimentar as iguarias de Quioto.

1F lembranças:mercado de produtos típicos de Quioto.

2F workshop onde pode “experimentar” Quioto.

 

【Horário de funcionamento】

B1F/11:00~23:00

1F・2F/9:00~21:00

* O horário pode mudar consoante a estação do ano.

 

– 「Restaurante Tower terrace」 (3º andar)

 

 

【Horário de funcionamento】

Café da manhã (pequeno-almoço) /7:00~10:00 (última entrada às 9:30)

Almoço    /11:30~15:00

Jantar      /17:30~21:00 (última entrada às 20:00)

Lanche    /15:30~17:00 (só em dias específicos)

 

-Hotel Torre de Quioto (5º – 9º andar)

Tem quartos em estilo japonês e estilo ocidental. No 8º andar, tem os famosos quartos “Tawawa-chan room” , com decoração baseada na personagem mascote da Torre de Quioto, a “Tawawa-chan”.

 

https://www.keihanhotels-resorts.co.jp/tower_hotel/en/

 

– Sala de observação (10F skylounge「空」~KUU~)

Um salão com vista sobre a cidade, a 45 metros do solo, onde pode beber e ver a cidade.

O salão chama-se『空』~KUU~, que significa “céu”.

 

【Horário de funcionamento】

Cafeteria 15:00~22:00 (último pedido às 19:45)

Bar     18:00~23:00 (último pedido às 22:30)

 

– Sala de observação da torre de Quioto

A famosa sala de observação da Torre de Quioto, com vista panorâmica a 100 metros de altura. Aqui se encontra Templo Tawawa-chan, que é o templo de cidade de Quioto mais próximo do céu!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

https://www.keihanhotels-resorts.co.jp/kyoto-tower/en/enjoy.html

-Sobre Tawawa-chan

A mascote da Torre de Quioto, Tawawa-chan, nasceu da luz suave da Torre de Quioto.

Aniversário: dia 1 de junho

Passatempos: procurar comida deliciosa e passear por Quioto.

 

 

 

-Acesso

 

Morada:

〒600-8216 Shichijo-sagaru Karasuma-dori, Shimogyo-ku, Kyoto city

 

2 minutos a pé desde a Estação de Quioto

 

Link (inglês)

https://www.keihanhotels-resorts.co.jp/kyoto-tower/en/access.html

 

Kyo-machiya

Kyo-machiya

Por Yukari, Saki, Beatriz

 

O que é a Kyo-machiya?

Kyo-machiya são as casas típicas de Quioto. Foram construídas com um estilo que junta moradias para residência e trabalho. O seu estilo arquitetónico é conhecido por Machiya-zukuri.

Kyo-machiya são duas palavras homófonas, com o mesmo som, mas com duas grafias diferentes, em japonês. Quando serve como residência é escrito 京町家 e quando serve como loja é escrito 京町屋. A casa Kyo-machiya tem a sua origem no Período Heian (794-1185)e sua forma original no Período Edo (1603-1868). Desde então, tem mudado pouco pouco, principalmente desde fim do Período Taisho (1912-1926) até inícios do Período Showa (1926-1989), quando se diz que se formou a atual arquitetura Kyo-machiya.

 

 

As diferentes categorias de Kyo-machiya

 

  • TSUSHI-NIKAI: Casas de dois andares. O primeiro andar costuma ter um teto mais baixo. Foram construídas até o final do Período Meiji (1868-1912).
  • SO-NIKAI : Casas de dois andares, ambos com a mesma altura. As janelas são de vidro. Foram construídas até o início do Período Showa.
  • KANBAN-KENCHIKU : Casas de dois andares, em que as paredes exteriores foram renovadas. Foram construídas até meados do Período Showa.  Kyo-machiya atualA Kyo-machiya é usada como casa, restaurante, hotel ou lugar para relaxar, etc… A Kyo-machiya é um símbolo da cultura e história da cidade de Quioto, sendo parte importante na vida dos seus habitantes.

 

Cerca de metade das Kyo-machiya são de tipo SO-NIKAI e 20% de tipo KANBAN-KENCHIKU. Em geral, a planta de uma casa Kyo-machiya tem 3 divisões (loja, cozinha e sala de estar), unidos por um corredor.

 

Kyo-machiya atual

 

A Kyo-machiya é usada como casa, restaurante, hotel ou lugar para relaxar, etc… A Kyo-machiya é um símbolo da cultura e história da cidade de Quioto, sendo parte importante na vida dos seus habitantes.

 

l

Exemplo de Restaurante Italiano em estilo Kyo-machiya

O Castelo de Nijo

by Kazuya Oshima; Ryota Kobayashi

O Castelo de Nijo localiza-se no coração de Kyoto. Tanto pela sua história, como pela sua arquitetura ou pelos seus jardins é um dos locais que não se deve deixar de visitar.

unnamed.jpgkkkk

O Castelo de Nijo foi mandado construir, em 1603, por Tokugawa Ieyasu, um dos shoguns mais importantes do Japão, para residência oficial do shogunato Tokugawa. A sua construção foi concluída em 1626 pelo terceiro Shogun Tokugawa Iemitsu, que aproveitou partes do castelo do Fushimi como o Portão Kara para o completar.

Tem no seu interior dois palácios (o Palácio Nonomaru e o Plácio Honmaru), protegidos por muralhas e fossos, com áreas distintas para Senhor Tokugawa e seus vassalos.

Em 1868, a família Tokugawa entregou o castelo à família imperial e em 1939 passou a ser administrado pelo município de Kioto que abriu as suas portas ao público no ano seguinte.

 

Depois de entrar no Castelo, o primeiro local a visitar é o Palácio Ninomaru, considerado Tesouro Nacional e Património da Humanidade pela UNESCO em 1994. Tem uma área de 3.300 metros quadrados e é composto por 5 edifícios em diagonal que são uma mostra do estilo Bukefushoinzukuri, do período Momoyama (1573-1603). Ao todo há 33 salas decoradas com pinturas luxuosas, correspondendo a uma área superior a 800 tatamis.

 

kkk

Os construtores montaram os pavimentos dos corredores de forma que o piso gerasse um som como um grito de um rouxinol sempre que alguém caminhasse sobre ele. Era uma maneira de garantir a segurança, pois o ranger da madeira alertava para a presença de qualquer intruso.

 

Uma das salas é a Tozamurai-no-ma, que é a que tem maior superfície, uns 1046 metros quadrados. Ao que parece foi usada como sala de espera para os daimyos que iam visitar o castelo.

 

Ohiroma Ichi-no-ma e Ni-no-ma são duas salas contíguas que se podem transformar numa só. Era onde o Shogun se reunia com os daimyos. Estão decoradas com luxuosas pinturas de forma a impressionar os visitantes.Outra coisa importante é que, tal como na sala Chokushi, tinha uma zona mais alta onde o Shogun se sentava e atendia os nobres que se sentavam na parte mais baixa.

 

Neste ponto vamos explicar alguns pormenores destas reuniões para dar uma ideia de como seriam na época:

 

Para começar, os daimyos tiravam a espada longa e só lhes era permitido levar a espada curta. Também tinham de trocar a roupa por outra que dificultava bastante não só os movimentos rápidos, como o equilíbrio, em caso de confrontação.Nestas reuniões, só o Shogun e o seu guarda pessoal levavam roupa apropriada, caso houvesse alguma confrontação. Na sala há vários armários onde se guardavam as mesas e utensílios que ali se podiam usar e tem portas especiais ocultas por onde os guardas pessoais do Shogum podiam entrar na sala e defendê-lo de qualquer tentativa de assassinato.Como se pode ver nesta época havia muitas lutas internas pelo poder e muito receio de traições.

 

Se visitarem o Castelo de Nijo, tenham em conta que para os japoneses uma habitação limpa e desocupada não só mostra ordem como dá a sensação que é maior. O Shogun, com estas salas tão grandes e apenas com o mobiliário necessário naquele momento, pretendia impressionar e dar sensação de poder aos seus visitantes. Assim todo o mobiliário permanecia guardado nos armários, fora da vista dos visitantes.

 

O jardim de Ninomaru foi feito de modo a que o Shogun o pudesse ver quando estava no salão principal do palácio.

 

 

Horário: das 8:45 às 17:00 (última entrada às 16:00)

Encerra às terças em janeiro, julho, agosto e dezembro.

Encerra também entre os dias 26 de dezembro e 4 de janeiro.

Preço: 600 ienes

 

 

Acesso

Tomar o metrô até à Nijojo-mae Station, na Tozai Subway Line

O Castelo Nijo

 

By Erika Ono, Natsumi Oku

 

O Castelo Nijo (em japonês: “Nijo-jo”) foi construído por ordem de Ieyasu Tokugawa, para servir como residência dos Shoguns Tokugawa em Quioto. A sua construção ficou concluída em 1626.

 

O Castelo tem uma área de 275 mil metros quadrados, dos quais 8 mil são ocupados por edificações como o Palácio Ninomaru e as ruinas do Palácio Honmaru. Em 1994, a UNESCO registou o Castelo Nijo como um dos dezassete Património Mundial da Humanidade.

 

 

Estrutura

 

O castelo Nijo é composto por dois círculos concêntricos de fortificações, sendo o Palácio Honmaru e o Palácio Ninomaru exemplos de graciosidade estética.

 

O Palácio Honmaru ocupa uma superfície de 1600 metros quadrados e foi construído com um estilo arquitectónico do fim do Período Edo. Está dividido em quarto partes: quartos de dormir, recepção e quartos de entretenimento, quartos de entrada e uma área de cozinha. Todas estas áreas estão ligadas por corredores e jardins. O Palácio Honmaru foi o palco da coroação do Imperador Showa (Imperador Hirohito), em 1928.

 

Em 1750, um incêndio destruiu o palácio original.

 

 

O Palácio Ninomaru, por sua vez, ocupa uma superfície de 3300 metros quadrados, com cinco edifícios de madeira decorados com folha de ouro gravuras de artistas conceituados da escola Kano, um dos estilos mais famosos da pintura japonesa que dominou desde o séc. XV até ao início do Perído Meiji, em 1868.

 

Foi neste local que o último shogun, Tokugawa Yoshinobu, devolveu o poder ao Imperador, em 1867.

 

 

Nijojo

 

 

 

 

 

Palácio Ninomaru

 

 

Acesso

 

Morada: 541 Nijojo-cho, Horikawa-nishiiru, Nijo-dori, Nakagyo-ku, Kyoto

Tel: 075-841-0096

Pode tomar o autocarro (ônibus) municipal nº 9, 50 ou 101 na Estação de Quioto e descer na parada “Nijojo-mae”. Também pode tomar o autocarro (ônibus) municipal nº 12 ou 101 em Karasuma e descer na parada “Nijojo-mae”. Se preferir, pode tomar a linha Tozai do metropolitano de Quioto e sair na estação “Nijojo-mae”.

Horário: 8:45 a.m. – 4:00 p.m.(os portões fecham às 5:00 p.m.)

Fecha no Natal e Ano Novo, e às terças de janeiro, julho, agosto e dezembro.

Preço: 600 ienes (200 ienes e 350 ienes para estudantes)

 

Castelo Nijo

by Kento Yamori, Shoko Tomozawa, Yuriko Honda

História

O castelo Nijo (em japonês “Nijo-jo”) foi construído por ordens de Tokugawa Ieyasu, fundador do Shogunato Tokugawa e general das forças armadas do este do Japão.

Em 1601, Ieyasu decidiu edificar o Castelo Nijo, como residência do Shogunato Tokugawa, depois de vencer Isida Mitsunari, general das forças armadas do oeste, na batalha de Sekigahara.

Com uma superfície de 275 mil metros quadrados, o Catelo Nijo é composto por dois anéis concêntricos de fortificações, o Palácio Honmaru, o Palácio Ninomaru, bem como várias edificações e jardins. A UNESCO classificou o Castelo Nijo como Património Mundial da Humanidade.

13

Palácio Honmaru

Com uma superfície de 1600 metros quadrados, o Palácio Honmaru é composto por quatro partes: os quartos, um espaço de recepção e entretenimento, o salão de entrada e uma cozinha. O Palácio Honmaru está fechado ao público, abrindo apenas em ocasiões especiais.

12

Ninomaru

Provavelmente a parte mais fascinante do castelo de Nijo é o Segundo Palácio (Ninomaru).

Ninomaru significa “defesa externa” e os chefes do castelo como o shogun ou senhor feudal japonês viviam aqui.

O palácio de Ninomaru é um dos tesouros nacionais do Japão e é composto por 6 partes e 33 quartos. Os quartos têm paredes de ouro e cada quarto tem um tema especial e significado com pinturas diferentes em cada um para refletir esses temas. Por exemplo, no primeiro quarto, podemos ver imagens de tigres na parede. As pinturas são maravilhosas, mas têm ficado degradadas com o passar do tempo, por isso é proibido tirar fotografias.

unnamed.jpg AAA

O jardim do Palácio Ninomaru

O jardim de Ninomaru foi designado como um lugar de beleza cénica pela Agência de Assuntos Culturais do governo japonês e foi concebido de modo a ser visto em todo o seu esplendor pelo shogun, enquanto estava no Ohiroma, o salão principal do Palácio ninomaru.

Aqui existem pinheiros e uma variedade de árvores sazonais. Portanto, em cada temporada podemos contemplar uma vista de tons diferentes. E também tem tanques artificiais de pedras de todos as formas.

unnamed.jpg ABB

O festival do Castelo Nijo

Durante a primavera, há uma celebração especial no Castelo Nijo, com exposições de arranjo floral, recitais de tambor japonês (Koto), e exposição de produtos. Todos os anos, esta festa é realizada desde fins de março até meados de abril, entre as 18 e as 21 horas.

Acesso e informação

Tomar o autocarro / ônibus municipal número 9, 50 ou 101 a partir da Estação de Quioto

Tomar metrô (linha Tozai) até Nijojo-mae

Tomar o comboio / trem Hankyu até Omiya e ir de taxi durante cerca de 5 minutos

O endereço: 541, Nijojo-cho, Nijo-dori Horikawa Nishi iru, Nakagyo-ku, Kyoto

Telefone : 075-841-0096

Horário : 8:45 a.m – 4:00 p.m

(Ninomaru 9:00 a.m – 4:00 p.m)

Descanso : de 26 dezembro a 4 janeiro

Todas as terças-feiras de janeiro, julho, agosto e dezembro.

Entrada: Adultos   600 ienes

Estudantes:  350 ienes (Escola Primária: 200 ienes)

Estação de Kyoto

by Nami Yamada; Kanako Takahasi; Tomoe Tukada

Estação de Kyoto
Fusão do antigo com o moderno

Planta da Estação de Kyoto

A construção da nova Estação de Kyoto começou em dezembro de 1994.Este já é o quarto edifício desde a sua fundação.A planta é do arquiteto Kouji Hara,que concebeu a estação como o portão de entrada de Kyoto inspirado no famoso romance Rashoumon do escritor Ryuunosuke Akutagawa.Imaginando que Kyoto é o portão de entrada para a cultura e história japonesas,ele desenhou o edifício da Estação com o teto em forma de arco.O edifício foi construído seguindo o plano das ruas de Kyoto na Época Heiankyou,quando a cidade era capital imperial.

Luz e Sombra

O edifício da Estação traz o contraste entre luz e sombra . Todos os lados do edifício estão revestidos de vidro para que a luz natural o penetre. A ideia de contrastar luz e sombra foi inspirada no ‘’shooji’’, divisória feita de madeira e papel para separar cômodos nas casas japonesas desde os tempos antigos.O ‘’shooji’’ permite que a luz de um cômodo o atravesse passando para o outro lado, o que provoca um lindo efeito de harmonia.

Cobertura Moderna

Dentro do edifício, há vários espaços interessantes para se visitar. Um deles é a cobertura. Recentemente, estão tentando aumentar a área verde daí, com árvores e gramado. Em dias claros, podemos passar o tempo tomando banho de sol sentados no gramado. E, se tivermos sorte, podemos apareciar ainda a vista panorâmica da cidade de Kyoto.

A vista noturna também é fantástica. O lugar de onde podemos ter a melhor vista se tornou muito famoso no Japão e é considerado um lugar de encontro de namorados.

Doces tradicionais de Kyoto
-Um gostinho de Japão-

Uma das lembranças mais procuradas pelos turistas nas lojas da estação é o “Yatsuhashi” . É um pastelzinho de massa de arroz recheado com feijão doce. Sua origem remonta à Época Edo , que durou cerca de 260 anos até o século XIX. “Yatsuhashi” era o nome da pessoa que inventou esse doce, Kengyo Yatsuhashi. Há vários tipos de Yatsuhashi : o duro assado como biscoito, o mole de massa de arroz com açúcar e canela e o recheado com pasta de feijão doce. Estes dois últimos não são assados.
Atualmente, encontramos também o tradicional Yatsuhashi já modernizado com recheio de chocolate e banana, chocolate e morango ou feijão doce e gergelim.

Transporte

A Estação de Kyoto é a estação central de onde podemos tomar ônibus ou metrô para qualquer lugar turístico da cidade. Os trens e o ‘’shinkansen’’ (trem-bala) para outras regiões também saem daí.

Os origens de Higashiyama

by Yuko Yamakawa; Ayaka Wakai

 

Higashiyama

 

Higashiyama é um dos distritos mais originais e antigos de Quioto. Verdadeiro centro histórico e cultural de Quioto, é considerado um símbolo de Quioto.

Continuam bem cuidados os templos e santuários relacionados com a família imperal, a família Toyotomi e a família Tokugawa, que foram poderosas naqueles templos, e também os centros antigos de fé.

 

A natureza majestosa que já foi poesia

O distrito Higashiyama situa-se na zona leste da cidade de Quioto, entre a serra Higashiyama e o rio Kamogawa. Uma zona ligeiramente inclinada do rio para a serra espalha-se pela cidade do norte ao sul com a beleza da natureza verde.
Quando um discípulo do famoso poeta Basho Matsuo, Ranetsu Hattori, escreveu o seguinte poema haiku ao ver esta paisagem: “Como se deitasse coberta por um lençol, Higashiyama”. Pensa-se que Hattori se referia à neve que cobria Higashiyama.

 

A história de Higashiyama começa antes da época de Heian

A região Higashiyama tem uma história antiga e era um lugar espaçoso antes das construções que começaram no Período Heian (ano 794 d.C.).
O templo de Hougan, conhecido por Torre de Yasaka, já existia antes da capital se mudar para Heian.

 

Uma época esplendorosa

Quando começou o Período Heian, o templo grande de Houjyu, que a corte de Goshirakawa construiu em Hitijyo, e a residência da família Heike foram construídos em Rokuhara.
Rengueouin, também conhecido por Sanjyusanguendo, é o templo construido por Tairano Kiyomori.No outro lado fica a cordilheira de Higashiyama, de onde se pode ver toda a cidade de Quioto. Esta paisagem começava ter uma caráter de celebração do passado glorioso de Quioto.

 

Uma transformação para a base política dos Samurais

Na época de Kamakura, quando os samurais tomaram o poder, o governo feudal colocou Rokuharatandai como órgão da viagem de serviço. Ele era a base importante da política para guardar a corte imperial e integrar os samurais do oeste no Japão.

Ao entrarmos na época de Momoyama, Toyotomi Hideyoshi planejou fazer um Daibutsu (Buda Gigante) comparável ao do templo Todai em Kyoto e assim construiu o templo Houkou. Por isso, Higashiyama avançou muito. Parece que ele tinha um sentimento especial por Higashiyama, pois muitos templos e santuários xintoístas foram construídos com referência a Hideyoshi.

 

O estilo da cidade de Higashiyama na época de Edo

Mesmo depois de o centro da política ter mudado para Edo (atual Tóquio), Higashiyama continuou alvo de atenção especial como zona política e religiosa. Um magnata empresarial chamado Kashiwaya apareceu e teve influência para o progresso da região. Até agora a casa de Kashiwaya ficou por Touihoukan.

Na mesma época, a zona era muito movimentada por visitantes. O estilo e encanto da cidade de Higashiyama ficou completo nesta época.

 

Uma nova cidade cultural símbolo da modernidade japonesa

Em 1897, para proteger o patrimônio cultural no centro de Quioto, foi inaugurado o Museu Imperial de Quioto. Higashiyama ocupava cada vez mais uma posição importante no aspeto cultural.

Em 1899, MuraiKitibei construiu a primeira fábrica do tabaco em Umamachi. Diz-se que mais de dois mil operários trabalhavam nessa fábrica. Murakami Kichibei que se tornou numa grande magnata por causa da indústria do tabaco, construiu Chorakukan para receber os visitantes. O lindo edifício de estilo ocidental (tem como base o Renascimento) simboliza a modernidade japonesa dessa época.

Em 1910, uma linha ferroviária eletrificada (Kyohan) começou a funcioanr entre Quioto e Osaca. a ferrovia eletrificada de Kyohan funcionou. Esta linha mudou muito a tipologia da cidade de Quioto.

A Torre de Quioto

by Ryosuke Yamamoto; Junichi Satou
[Uso] Obsevatório
[Construção] Nove andares e três andares subterrâneos
[Área de terreno]2,783㎡
[Local] Japão
[Endereço]721-1 Higashi Shiokojimachi, Karasumadori, Shichijodoori, Shimogyoku, Quioto-shi, Quioto 6008-216
[Horário de Funcionamento]:
das 9 horas da manhã até às 9 horas da noite
(última entrada: 20:40) aberto todos os dias

[Preço]
Adultos:770 ienes
Estudante (de 16 anos até 18 anos): 620 ienes
Estudante (menos de 16 anos): 520 ienes

ATorre de Quioto é uma grande torre panorâmica, que se situa mesmo em frente da entrada principal da Estação de Quioto. Foi construida em dezembro de 1964, e a sua forma particular faz lembrar um farol que ilumina a cidade de Quioto.
Às vezes, esta construção também é chamada ¨O-Higashisan no Rosoku¨ porque fica perto do Templo Higashihon-ganji. Nos andares mais baixos desta torre existem muitas lojas. Por debaixo da torre funciona um grande “ofuro” (termas japonesas) público que funciona a partir das 7 horas da manhã. A Torre de Quioto tem uma altura de 131 metros, pois na época da sua construção a população da cidade era 1,310,000 habitantes. A sua mascote se chama ¨Tawawa-chan¨.