Ryoanji

April 26, 2010

by Masataka Sato


Ryouanji é o templo de Rinzai e foi fundado por HOSOKAWA KATSUMOTO, um famoso militar. O terreno inicial era maior do que o atual, mas foi reduzido devido a vários incêndios. Ryoanji foi classificado pela UNESCO como patrimônio mundial da humanidade.

O Hojo é conhecido como “o jardim rochoso de Ryoanji”. A sua largura é 22 metros e profundidade é 10 metros. As suas areias brancas são forradas e contêm15 pedras. Este jardim representa o jardim de pedra (KARESANSUI) e compara as areias com a corrente da água. Existem 15 pedras, mas o visitante só consegue encontrar 14. No oriente o número 15 significa a perfeição, porque a lua da noite de 15º é uma lua cheia. Por isso, este 14 significa a “imperfeição”. E também pelo conceito do Japão de que o que “colapso começa quando qualquer coisa começou”.

Tsukubai é um pequeno tanque de pedra com água para lavar as mãos e a boca antes de beber CHÁ. 4 kanjis são escritos nesta pedra e a frase significa “Eu estou satisfeito com a vida presente”. Portanto, se não conseguir identificar as 15 pedras, não seja ganancioso e viva a sua vida em que sempre posso sentir satisfeito “agora”.
KYOYOCHI(oshidoriike) o lago do pato de mandarim

Há um grande lago no lado sul do templo.O jardim ao lado do lago era mais famoso que o jardim HOJO, porque era um lugar onde os patos de mandarim juntam.

Telefone : 075-463-2216

Entrada : adulto 500 ienes; criança 300 ienes

Acesso : Descer na Estação de Ritsumeikandaigaku-mae(número50 de outocarro cidadão) e depois 7 minutos a pé.

Templo de Jisha

by Koshi Soeta; Kanako Yoshida

O Templo de Jisha fica em Higashiyama, na Prefeitura de Quioto.

Até ao Período Edo, o templo foi uma divindade local do Templo de Kiyomizu. No templo, ’’Okunishu’’ (um personagem da mitologia japonesa) é muito popular como deus do matrimônio para os casais e os jovens.

A sua fundação remonta ‘‘Período Kamiyo’’ (660 a.C.), ou seja o Templo de Jisha se é anterior à prórpia fundação do Japão!

O pavilhão do santuário foi completamente reconstruído pelo General Iemitsu Tokugawa em 1663. O portão principal é indicado como propriedade cultural importante do Japão e, em 1994, foi registrado como Patrimônio Cultural, integrado como uma pate do Templo Kiyomizu.

O precinto tem árvores de cereja de lugar famoso que chama “flor da cereja de Jisha”.
No primeiro domingo de cada mês, às 2 horas da tarde, ocorre a festa de Jisha Enmusubi.

No recinto do Templo existem algumas pedras pequenas. Não se sabe quando começou esta tradição, mas são consideradas pedras da fortuna para o bom amor. Diz-se que quem conseguir andar de olhos fechados desde a primeira até a última pedra,terá sorte no amor.

Desde que foi registrado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, tem recebido muitos turistas.

Quando vierem a Quioto, visitem o Templo de Jisha!

PREÇO e HORÁRIO

O Templo geralmente está aberto das 9 horas da manhã até às 5 horas da tarde.
O ingresso para entrar neste Templo custa 300 ienes para adultos e 200 ienes para estudantes do ensino de primeiro grau e de segundo grau.

ACESSO

Duas alternativas:
1.Tomar ônibus nº 206 ou 100 da Estação de Quioto, sair em Gozyozaka ou Kiyomizunomichi, caminhar 10 minutos a pé , passando Kiyomizu no Butai, virar esquerda.
2.Tomar taxi da Estação de Quioto Hachijoguchi. Demora cerca de 15 minutos.

ENDEREÇO

Higashiyama-ku Kiyomizu 1 – 317
Quioto

Santuários e Templos da Zona Leste

by Yuko Yamakawa; Ayaka Wakai

 

Aqui são apresentados alguns templos e santuários da zona Leste de Quioto.

 

新日吉神宮 / Imahie-Jingu
(Santuário)


Situa-se na zona nordeste de Quioto, que é considerada como uma área de azar, com a entrada e saída de demônios. Assim, este Santuário, com uma longa História, serve como segurança para a cidade de Quioto.

Endereço : 451-1 Maekawa-cho Miohoin, Higashiyama Shichi-jo Higashi-hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3769
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Grátis

 

蓮華王院 三十三間堂 / Rengeo-in Sanjusangen-do
(Templo)


Um templo sublime com 1.001 estátuas de Kuan Yin.

Endereço : 657 Mawari-cho, Sanjusangen-do, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-0467
Horário : Das 8h às 17h. Excepcionalmente, de 16 de novembro a março, é das 9h às 16h. A bilheteria está aberta até meia hora antes do encerramento do templo.
Ingresso Individual : Adultos – ¥600, Estudantes de 13 a 18 de idade – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

泉涌寺 / Sennyu-ji
(Templo)


Um templo silencioso que situa-se em baixo do monte Getsurin na serra Higashiyama.

Endereço : 27 Yamanouchi-cho, Sennyu-ji , Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-1551
Horário : Das 9h às 16h30. Excepcionalmente, de dezembro a fevereiro, é das 9h às 16h.
Ingresso Individual : ¥500, Com visita ao jardim – mais ¥300
Estacionamento : Grátis

 

瀧尾神社 / Tatsuo Jinja
(Santuário)


Um santuário protegido por um Dragão de escultura grande em madeira.

Endereço : 11-chome 718, Hon-machi, Higashiyama-ku
Telefone : 075-531-2551
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Grátis

 

智積院 / Chishaku-in
(Templo)


O centro de Chizan-ha, um grupo japonês do budismo shingon de Wakayama.

Endereço : 960, Higashikawara-cho, Higashi-oji-dori Shichi-jo Kudaru, Higashiyama-ku
Telefone : 075-541-5361
Horário : Das 9h às 16h
Ingresso Individual : ¥500
Estacionamento : Grátis

 

東福寺 / Tofuku-ji
(Templo)


Um sítio famoso pelo céu com as folhas vermelhas de outono.

Endereço : 15-chome-778, Hon-machi, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-0087
Horário : Das 9h às 16h. Excepcionalmente, em novembro, é das 8h30 às 16h30. A bilheteria está aberta até meia hora antes do encerramento do templo.
Ingresso Individual : Ponte e Templo Adultos – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Jardim Adultos – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

豊国神社 / Toyokuni Jinja
(Santuário)


Este suntuário foi criado em honra de Hideyoshi Taiko, conhecido também como Hideyoshi Toyotomi. Ele era um Daymyo do Período Sengoku, que unificou no Japão.

Endereço : 530 Chaya-machi, Yamato-oji Shomen, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3802
Horário : Livre Excepcionalmente, o museu está aberto das 9h às 17h. A bilheteria está aberta até meia hora antes de cada fechamento.
Ingresso Individual : Grátis, Com visita ao museu – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

法住寺 / Hoju-ji
(Templo)


Este templo foi criado para honrar as mortes dos samurais que protegeram o 77º imperador do Japão, Go-Shirakawa.

Endereço : 655 Mawari-cho, Sanjusangen-do, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-4137
Horário : Das 6h às 17h
Ingresso Individual: ¥300 com um panfleto
Estacionamento : Grátis

 

三嶋神社 / Mishima Jinja
(Santuário)


Este santuário é utilizado para receber a benção da gravidez e de um parto feliz. O mensageiro deste Deus é uma carpa.

Endereço : 3-Chome, Kamiuma-cho, Todai-ji-dori Higashi-hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-531-5012
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Só para um carro.

 

養源院 / Yogen-in
(Templo)


Onde repousam algumas personagens importantes, Nagamasa Azai, Hideyoshi Toyotomi e Hidetada Tokugawa, que viveram e lutaram no período Sengoku entre a metade do século XV e o início do século XVII.

Endereço : 451-1 Maekawa-cho Miohoin, Higashiyama Shichi-jo Higashi Hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3887
Horário : Das 9h às 16h Excepcionalmente, nos dias 21 de janeiro, de maio e de setembro, o templo está aberto das 13h às 15h.
Ingresso Individual : ¥500
Estacionamento : Grátis

Os origens de Higashiyama

by Yuko Yamakawa; Ayaka Wakai

 

Higashiyama

 

Higashiyama é um dos distritos mais originais e antigos de Quioto. Verdadeiro centro histórico e cultural de Quioto, é considerado um símbolo de Quioto.

Continuam bem cuidados os templos e santuários relacionados com a família imperal, a família Toyotomi e a família Tokugawa, que foram poderosas naqueles templos, e também os centros antigos de fé.

 

A natureza majestosa que já foi poesia

O distrito Higashiyama situa-se na zona leste da cidade de Quioto, entre a serra Higashiyama e o rio Kamogawa. Uma zona ligeiramente inclinada do rio para a serra espalha-se pela cidade do norte ao sul com a beleza da natureza verde.
Quando um discípulo do famoso poeta Basho Matsuo, Ranetsu Hattori, escreveu o seguinte poema haiku ao ver esta paisagem: “Como se deitasse coberta por um lençol, Higashiyama”. Pensa-se que Hattori se referia à neve que cobria Higashiyama.

 

A história de Higashiyama começa antes da época de Heian

A região Higashiyama tem uma história antiga e era um lugar espaçoso antes das construções que começaram no Período Heian (ano 794 d.C.).
O templo de Hougan, conhecido por Torre de Yasaka, já existia antes da capital se mudar para Heian.

 

Uma época esplendorosa

Quando começou o Período Heian, o templo grande de Houjyu, que a corte de Goshirakawa construiu em Hitijyo, e a residência da família Heike foram construídos em Rokuhara.
Rengueouin, também conhecido por Sanjyusanguendo, é o templo construido por Tairano Kiyomori.No outro lado fica a cordilheira de Higashiyama, de onde se pode ver toda a cidade de Quioto. Esta paisagem começava ter uma caráter de celebração do passado glorioso de Quioto.

 

Uma transformação para a base política dos Samurais

Na época de Kamakura, quando os samurais tomaram o poder, o governo feudal colocou Rokuharatandai como órgão da viagem de serviço. Ele era a base importante da política para guardar a corte imperial e integrar os samurais do oeste no Japão.

Ao entrarmos na época de Momoyama, Toyotomi Hideyoshi planejou fazer um Daibutsu (Buda Gigante) comparável ao do templo Todai em Kyoto e assim construiu o templo Houkou. Por isso, Higashiyama avançou muito. Parece que ele tinha um sentimento especial por Higashiyama, pois muitos templos e santuários xintoístas foram construídos com referência a Hideyoshi.

 

O estilo da cidade de Higashiyama na época de Edo

Mesmo depois de o centro da política ter mudado para Edo (atual Tóquio), Higashiyama continuou alvo de atenção especial como zona política e religiosa. Um magnata empresarial chamado Kashiwaya apareceu e teve influência para o progresso da região. Até agora a casa de Kashiwaya ficou por Touihoukan.

Na mesma época, a zona era muito movimentada por visitantes. O estilo e encanto da cidade de Higashiyama ficou completo nesta época.

 

Uma nova cidade cultural símbolo da modernidade japonesa

Em 1897, para proteger o patrimônio cultural no centro de Quioto, foi inaugurado o Museu Imperial de Quioto. Higashiyama ocupava cada vez mais uma posição importante no aspeto cultural.

Em 1899, MuraiKitibei construiu a primeira fábrica do tabaco em Umamachi. Diz-se que mais de dois mil operários trabalhavam nessa fábrica. Murakami Kichibei que se tornou numa grande magnata por causa da indústria do tabaco, construiu Chorakukan para receber os visitantes. O lindo edifício de estilo ocidental (tem como base o Renascimento) simboliza a modernidade japonesa dessa época.

Em 1910, uma linha ferroviária eletrificada (Kyohan) começou a funcioanr entre Quioto e Osaca. a ferrovia eletrificada de Kyohan funcionou. Esta linha mudou muito a tipologia da cidade de Quioto.

O matcha

by Kanako Yoshida; Koshi Soeta

O matcha é uma variedade de chá verde em pó, usada especialmente na cerimônia do chá japonês. Normalmente, os japoneses acompanham o matcha com wagashi (wagashi é um termo geral que se refere aos doces típicos japoneses).

O matcha é feito a partir da folha da camellia sinensis. Na sua preparação, primeiro é cozido em banho-maria e depois é seco.

História

O matcha veio da China na época de Kamakura. Os japoneses reformularam o matcha original. O matcha atualmente usado no Japão é bem diferente do original chinês.

Efeitos

Cafeína
Vitaminas
Minerais
Aminoácidos
Celulose
Catequinas
Saponinas

Hoje em dia existem muitas maneiras de tomar o matcha. Como as crianças e os jovens não gostam do sabor amargo, o matcha pode ser tomado em leite, sobremesas ou até sorvete.

Tem bastantes casas de chá em Quioto. Aqui ficam algumas das mais conhecidas:

  • Tsujiri
    Endereço: Kyoto-shi,Higashiyama-ku,Gion-cyo kitagawa 275,Prédio Gion-kurouchi
    Acesso: Pegar onibus número100 ou 206 da estação de Quioto, descer em Gion.
  • Yojiya
    Endereço: Kyoto-shi,Sakyo-ku,Shishigatani Honenin-cyo 15
    Acesso: Pegar o onibus número17 ou 100 da estação de Quioto, descer em Ginkakuzimichi.

Esperamos que possam experimentar o verdadeiro matcha japonês na próxima visita a Quioto..

Legumes de Quioto (Kyo-Yasai) e Obanzai

by Masataka Sato

Legumes de Kyoto

Kyoto escolheu inicialmente 34 variedades de legumes como típicas da região, geralmente conhecidos por “Kyo-Yasai”.
Agora, são 43 as variedades com esta classificação.
Como Kyoto está longe do mar, a aquisição de peixe e marisco era difícil, por isso o uso de vegetais foi privilegiado na evolução da culinária local, principalmente nos muitos templos budistas e santuários xintoístas.

Principais variedades dos legumes de Kyoto

    • Um rabanete japonês (daikon) SHOGOINDAIKON – uma das verduras de Kyoto tradicionais. É usado para comida cozida.

    • Um nabo (kabu) SHOGOINCABU – é branco e redondo. O maior nabo em Japão, com aproximadamente 5 quilos.
      Uma berinjela (nasu) KAMONASU – é grande, com 10cm em diâmetro.

    • Uma bardana (gobou) HORIKAWAGOBOU – tem um buraco no seu interior. Leva tempo e dá muito trabalho para produzir. É um legume caro.

  • Uma cebolinha (negui) KUJONEGUI – uma cebolinha que representa o Japão.

OBANZAI


“Obanzai” é a palavra usada para exprimir o acompanhamento da comida, em Kyoto.
Os pratos que utilizam o “kyo-yasai” como “obanzai” têm uma boa reputação.

O exame de certificação em KYO-YASAI

As pessoas podem submeter-se a um exame de certificação em “Kyo-yasai”, ou seja, um diploma que reconhece a competência de alguém que conhece bem os sabores das verduras de Kyoto.este exame é uma acção para ganhar o fã de kyo-yasai

URL http://kyo-furusato.jp/

Amanohashidate

by Ryosuke Yamamoto; Junichi Sato; Mariko Hatta

Amanohashidate é considerada uma das três paisagens mais bonitas do Japão.

  • Matsushima … Ilhas ao redor de Matsushima-cho, Miyagi-arma, Miyagi
  • Amanohashidate … Uma barra de areia em Miyazu-shi, Kyoto
  • Itsukushima(Miya-jima) … Uma ilha ao redor de Santuário de
    Itsukushima-jinja em Hatsukaichi-shi, Hiroshima.

Amanohashidate se situa no norte da Prefeitura de Kyoto, na Baía de Miyazu. Um banco de areia de 3.3 quilômetros liga os dois extremos desta baía, coberto com mais de 7000 pinheiros.
Os visitantes podem tentar ver a chamada “ponto celestial”, olhando o efeito criado quando se observa de cabeça para baixo, por entre as pernas. Esta paisagem pode ser apreciada de qualquer um dos lados da baía e pode ser atravessada a pé.

Acesso TREM

  • Na Estação de Kyoto, tome um expresso limitado da JR para a Estação de Amanohashidate, com ligação direta que demora mais ou menos duas horas.

Ujigami-Jinja

by Kiyomasa Taniguchi; Masatakta Sato; Mitsunobu Tokunaga

Santuário xintoísta de Ujigami (Ujigami-jinja)
O Santuário Xintoísta de Ujigami que construido na era Heian do Japão, sendo a mais antiga construção xintoísta no Japão, sendo também designado de tesouro nacional.

Aqui se pode ver o portão do templo xintoísta. No recinto, existe o Haiden (a ante-sala de um templo),
o Honden (o santuário principal de um templo), o Kirihara-Sui (a água de nascente) e Keyaki.

1.Haiden(a ante-sala de um templo)

Haiden é um tesouro nacional. Foi construido com Hinoki(um cipreste japonês parecido com cedro, de folha suave e boa madeira) da era de Kamakura(1185-1333) .O vistante fica fascinado com esta vista graciosa. Atrás do Haiden, fica o Honden.Antigamente as pessoas se sentavam aqui em contemplação.

2.Honden

O Honden é também um tesouro nacional.
O Honden foi construido com a madeira da era Heian (794-1185).
No Japão, é a mais antiga construção xintoísta. Em Hoden, há trés altares,onde se veneram Ujinowakiiratuko, o Imperador Ojin e o Imperador Jintoku.

Sobre Ujinowakiiratsuko
Ujinowakiiratsuko era o terceiro filho, mas era o favorito do Imperador Ojin.
Assim,este nomeou-o príncipe herdeiro.Após a morte do Imperador Ojin,começou a luta pelo trono.

Oyamamori-no-miko(meio-irmão de Ujinowakiiratsuko) iniciou a rebelião,
e Ujinowakatuko se refugiou numa casa de campo perto de Rio de Uji. Depois de renunciar à sucessão,Ujinowakiiratuko se suicidou.O nome da cidade de Uji(fica no sul de Kyoto) tem origem no nome de Uji-no-wakiiratuso,
porque ele morava numa casa de campo perto do Rio de Uji.

3.Kirihara-Sui (a água de nascente) e Keyaki(a altaneira).

Kirihara-sui é a água de nascente.

A altaneira tem 300 anos,com um altura de 27metros.

4.O templo xintoísta de Uji e o templo xintoísta de Ujigami

Aqui se pode ver o templo xintoísta de Uji. Aqui se situa a estátua de Ujinowakiiratuko.Este templo e o templo xintoísta de Ujigami foram construidospara proteger o famoso Byo-do-in antes da Reatauração do imperador Meiji.

5.Sawarabi-no-Michi (a viela de Sawarabi)

Sawarabi-no-Michi continuou o Templo xintoísta de Ujigami. Esta viela é muito tranquila,
e tem a mesma atmosfera de antigamente. As pessoas se divertem passeando.

6. A vista dos arredores

Nas arredores do templo xintoísta, todo o ano, nós podemos ver a vista linda. Principalmente,na primavera, a cerejeira que fica perto de Rio de Uji é muito linda, no outono,as árvores em frente ao portão do templo xintoísta avermelham-se lindamente. O templo xintoísta de Ujigami é um tesouro tradicional do Japão. A vista que tem atmosfera do era Heian deslumbra os turistas.Acesso para Templo Xintoísta de Ujigami(Ujigamijinja)
Descer na Estação de Keihan Uji e depois 6 minutos a pé.
telefone:0774214634
admissão: grátis

Monte Kurama e o Templo Kurama

by Sato Masataka; Kiyomasa Taniguchi; Mitunobu Tokunaga

Kurama-Yama
[ Monte Kurama e o Templo Kurama ]


Sobre o monte Kurama

O monte Kurama (Kurama-yama) fica no norte da cidade de Kyoto. Todos os anos, muitos turistas visitam este monte.

O monte Kurama é alvo da veneração de muitos visitantes. Diz-se que os espíritos dos Amor, Luz e Força coexistem neste monte.

O monte Kurama é um local com história, literatura,arte, e natureza, mas é também um monte de veneração. Bonzos budistas visitam-no na procura do ascetismo. Neste monte há vários templos, cada um com a sua divindade.

Aqui residem várias lendas. O quadro acima é a aparição fantástica de KURAMA-TENGU. Diz-se que KURAMA- TENGU mora desde há muito tempo.

1o pórtico dos dois deuses-guardiões

Aqui se pode ver NIO-MON(o pórtico NIO). Este pórtico, representando os dois deuses-guardiões, foi reconstruido em 1911.Este portão é a entrada do monte. A entrada custa 200 ienes.

O templo xintoísta yuki

Aqui se pode ver o templo xintoísta Yuki, reconstruido em 940. Yuki significa “estojo das flechas “. Este templo foi edificado para a paz no mundo.

a torre do ofício/ o Príncipe Yoshitsune

Nesta imagem vemos o lugar onde Minamoto-no-Yoshitune morava. Ele é um homem famoso na História do Japão e um general dos finais da era Heian. Diz-se que quando ele era ciança, perdeu seu pai e foi deixado neste templo. KURAMA-TENGU viu Yoshitune e sentiu pena. Então KURAMA-TENGU acolheu-o e ensinou-lhe as artes marciais. Esta lenda é muito famosa no Japão e episódio frequente na literatura japonesa.

Inochi

Inochi é o símbolo deste monte (uma estátua que representra amor, luz e força).Tyumon

Este portão se situa antes de NIO.

Tenporindo

Uma imagem budista com 3m e 5,60cm senta-se com dignidade.

Hondenkondo

Este templo xintoísta é o maior da montanha. Há um tesouro por debaixo desta construção.

Osugigongen

Este cedro tem mais ou menos mil anos. Os crentes vêm orar aqui.

Santuário de Yoshitune

Minamoto no Yoshitune é venerado neste santuário. Yoshitune se suicidou após uma luta em 1189, mas diz-se que alma permanece aqui.

Okunoinmaouden

Diz-se que satanás veio do planeta Vénus há 6 milhões e 500 mil anos. Esta construção consola-o.

Aqui se pode ver a saida do monte. Desde a entrada, este percurso demora mais ou menos uma hora e meia.

A festa da fogueira do monte KURAMA:

Em 940, se realizou a primeira festa da fogueira do monte KURAMA. Diz-se que as pessoas que viviam em Kyoto oraram pela paz; em mais ou menos 940 o mundo estava caótico pelas lutas, calamidades naturais (terremotos, etc).

Durante esta festa, realiza-se uma cerimônia onde se acende uma grande fogueira.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Telefone :

0757412003

Entrada :

200 ienes

Acesso:

descer na estação de Kurama.

Kinkakuji

by Ryosuke Yamamoto; Junichi Satou

金閣寺
Nome:Rokuon-ji (Pavilhão Dourado)

Nome Popular:Kinkaku-ji

Local: 1 Kinkakuji-chô,Kitaku, Quioto-shi, Quioto

Anos da Construção:1397anos

Fundador:Yoshimitsu Ashikaga

Acesso:Tem que pegar o ônibus e descer em frente de Kinkaku-ji ou Kinkakuji-michi.

Tarifa:400 ienes

É um dos templos mais conhecidos do Japão.

Kinkaku-ji (Pavilhão Dourado) foi destruido por um incêndio em 1950, mas reconstruido 5 anos depois.
Foi classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1994.

Este templo se caracteriza pelas folhas de ouro que o cobrem. Quando relfetido na lagoa em frente é uma visão magnífica para os visitantes.

O templo tem três andares. O primeiro é construido com um estilo diferente, conhecido por ¨Shinden-dukuri¨. O segundo andar tem a denominação de ¨Buke-dukuri¨ e o terceiro ¨Zensyu-you¨.

História

O local onde o Pavilhão Dourado (designado formalmente por ‘Shariden’) se situa foi usado por volta de 1220 como local de descanso para Kintsune Saionji, mas o pavilhão em si só foi construído em 1397, para servir como casa de repouso para o shogun Yoshimitsu Ashikaga. O seu filho foi o responsável pela conversão num templo Zen de orientação Rinzai.
Durante a Guerra dos Onin, o templo foi queimado várias vezes.

O neto de Yoshimitsu criou o Ginkaku-ji (Pavilhão de Prata) inspirado no Kinkaku-ji, e tencionava cobri-lo de prata, o que acabou por não conseguir fazer.