Estação de Kyoto

April 26, 2012

by Nami Yamada; Kanako Takahasi; Tomoe Tukada

Estação de Kyoto
Fusão do antigo com o moderno

Planta da Estação de Kyoto

A construção da nova Estação de Kyoto começou em dezembro de 1994.Este já é o quarto edifício desde a sua fundação.A planta é do arquiteto Kouji Hara,que concebeu a estação como o portão de entrada de Kyoto inspirado no famoso romance Rashoumon do escritor Ryuunosuke Akutagawa.Imaginando que Kyoto é o portão de entrada para a cultura e história japonesas,ele desenhou o edifício da Estação com o teto em forma de arco.O edifício foi construído seguindo o plano das ruas de Kyoto na Época Heiankyou,quando a cidade era capital imperial.

Luz e Sombra

O edifício da Estação traz o contraste entre luz e sombra . Todos os lados do edifício estão revestidos de vidro para que a luz natural o penetre. A ideia de contrastar luz e sombra foi inspirada no ‘’shooji’’, divisória feita de madeira e papel para separar cômodos nas casas japonesas desde os tempos antigos.O ‘’shooji’’ permite que a luz de um cômodo o atravesse passando para o outro lado, o que provoca um lindo efeito de harmonia.

Cobertura Moderna

Dentro do edifício, há vários espaços interessantes para se visitar. Um deles é a cobertura. Recentemente, estão tentando aumentar a área verde daí, com árvores e gramado. Em dias claros, podemos passar o tempo tomando banho de sol sentados no gramado. E, se tivermos sorte, podemos apareciar ainda a vista panorâmica da cidade de Kyoto.

A vista noturna também é fantástica. O lugar de onde podemos ter a melhor vista se tornou muito famoso no Japão e é considerado um lugar de encontro de namorados.

Doces tradicionais de Kyoto
-Um gostinho de Japão-

Uma das lembranças mais procuradas pelos turistas nas lojas da estação é o “Yatsuhashi” . É um pastelzinho de massa de arroz recheado com feijão doce. Sua origem remonta à Época Edo , que durou cerca de 260 anos até o século XIX. “Yatsuhashi” era o nome da pessoa que inventou esse doce, Kengyo Yatsuhashi. Há vários tipos de Yatsuhashi : o duro assado como biscoito, o mole de massa de arroz com açúcar e canela e o recheado com pasta de feijão doce. Estes dois últimos não são assados.
Atualmente, encontramos também o tradicional Yatsuhashi já modernizado com recheio de chocolate e banana, chocolate e morango ou feijão doce e gergelim.

Transporte

A Estação de Kyoto é a estação central de onde podemos tomar ônibus ou metrô para qualquer lugar turístico da cidade. Os trens e o ‘’shinkansen’’ (trem-bala) para outras regiões também saem daí.

Ujigami-Jinja

by Kiyomasa Taniguchi; Masatakta Sato; Mitsunobu Tokunaga

Santuário xintoísta de Ujigami (Ujigami-jinja)
O Santuário Xintoísta de Ujigami que construido na era Heian do Japão, sendo a mais antiga construção xintoísta no Japão, sendo também designado de tesouro nacional.

Aqui se pode ver o portão do templo xintoísta. No recinto, existe o Haiden (a ante-sala de um templo),
o Honden (o santuário principal de um templo), o Kirihara-Sui (a água de nascente) e Keyaki.

1.Haiden(a ante-sala de um templo)

Haiden é um tesouro nacional. Foi construido com Hinoki(um cipreste japonês parecido com cedro, de folha suave e boa madeira) da era de Kamakura(1185-1333) .O vistante fica fascinado com esta vista graciosa. Atrás do Haiden, fica o Honden.Antigamente as pessoas se sentavam aqui em contemplação.

2.Honden

O Honden é também um tesouro nacional.
O Honden foi construido com a madeira da era Heian (794-1185).
No Japão, é a mais antiga construção xintoísta. Em Hoden, há trés altares,onde se veneram Ujinowakiiratuko, o Imperador Ojin e o Imperador Jintoku.

Sobre Ujinowakiiratsuko
Ujinowakiiratsuko era o terceiro filho, mas era o favorito do Imperador Ojin.
Assim,este nomeou-o príncipe herdeiro.Após a morte do Imperador Ojin,começou a luta pelo trono.

Oyamamori-no-miko(meio-irmão de Ujinowakiiratsuko) iniciou a rebelião,
e Ujinowakatuko se refugiou numa casa de campo perto de Rio de Uji. Depois de renunciar à sucessão,Ujinowakiiratuko se suicidou.O nome da cidade de Uji(fica no sul de Kyoto) tem origem no nome de Uji-no-wakiiratuso,
porque ele morava numa casa de campo perto do Rio de Uji.

3.Kirihara-Sui (a água de nascente) e Keyaki(a altaneira).

Kirihara-sui é a água de nascente.

A altaneira tem 300 anos,com um altura de 27metros.

4.O templo xintoísta de Uji e o templo xintoísta de Ujigami

Aqui se pode ver o templo xintoísta de Uji. Aqui se situa a estátua de Ujinowakiiratuko.Este templo e o templo xintoísta de Ujigami foram construidospara proteger o famoso Byo-do-in antes da Reatauração do imperador Meiji.

5.Sawarabi-no-Michi (a viela de Sawarabi)

Sawarabi-no-Michi continuou o Templo xintoísta de Ujigami. Esta viela é muito tranquila,
e tem a mesma atmosfera de antigamente. As pessoas se divertem passeando.

6. A vista dos arredores

Nas arredores do templo xintoísta, todo o ano, nós podemos ver a vista linda. Principalmente,na primavera, a cerejeira que fica perto de Rio de Uji é muito linda, no outono,as árvores em frente ao portão do templo xintoísta avermelham-se lindamente. O templo xintoísta de Ujigami é um tesouro tradicional do Japão. A vista que tem atmosfera do era Heian deslumbra os turistas.Acesso para Templo Xintoísta de Ujigami(Ujigamijinja)
Descer na Estação de Keihan Uji e depois 6 minutos a pé.
telefone:0774214634
admissão: grátis

Templo Toji

by Ryosuke Yamamoto; Mariko Hatta; Yoshimasa Saito

Fundado em 794 em Imperador Kanmu, quando a capital do Japão se tornou Kyoto, o Templo Toji é um dos mais antigos do país.

“Toji” significa “Templo de Leste”, e a sua torre de 57 metros é a estrutura de madeira mais alta do Japão.

Desde 1994 que o Templo Toji é Patrimônio Mundial da Humanidade.

No dia 21 de cada mês, aqui se realiza um mercado de antiquarias.

HORÁRIO

9:00 – 16:00

ENTRADA:

500 ienes

ACESSO

Situado a apenas 500 metros a sudoeste da Estação de Kyoto.

Morada:

Kujo 1, Minami-ku, Kyoto
Tel: 075-691-3325

Santuário Fushimi Inari

by Tomoe Tsukada; Kanako Takahashi; Nami Yamada

1 O que é Nô?

Eu estou aprendendo o teatro nô no clube da universidade e gostaria de apresentar alguns lugares famosos de Quioto que têm relação com esse teatro. O que é o Nô?
É um musical tradicional do Japão. Tomou a forma presente entre os séculos XV e XVI. Até hoje, esta forma não mudou quase nada. A dança, a canção, as roupas, as máscaras são iguais às de 500 anos atrás.

2 O Nô e o santuário Fushimi inari

Existe uma peça de Nô que tem relação com o santuário xintoísta Fushimi Inari, um dos maiores e mais famosos de Quioto. O titulo da peça é Kokaji, a história de um ferreiro, fabricante de espada, chamado Munechika. Esse personagem existiu realmente no século Ⅹ.
Um dia, Munechika recebeu a visita de um enviado imperial com uma ordem do imperador para que fabricasse uma espada de alta qualidade e beleza. Mas para malhar o ferro, precisava de mais uma pessoa com experiencia igual à dele. No entanto, ele não tinha nenhum discípulo e, sem saber o que fazer, resolveu visitor o santuário Fushimi Inari para pedir aos deuses a sua ajuda.
No meio do caminho, ele encontrou um menino que, na verdade , era o deus Inari disfarçado. Este menino encorajou-o e prometeu–lhe ajuda. Ele disse: “Depois de voltar à sua casa, faça um estrado e me espere. Munechika voltou então para casa e fez o estrado para malhar o ferro. Assim que ele começou a rezar apareceu o deus Inari e malhou o ferro junto com Munechika. Por último, Munechika inscreveu seu nome na espada e , ao lado, o deus gravou a inscrição “Kogitsune”, que significa “raposa pequena”. Assim se fabricou a espada de alta qualidade. Depois de terminado o trabalho, o deus Inari montou em uma nuvem e desapareceu na montanha de Inari.

Os deuses de Inari em Nô

3 O santuário Fushimi inari

Este santuário presta culto ao deus do arroz, desde antigamente o alimento mais importante para os japoneses . Há uma lenda sobre nascimento deste santuário: Um dia um homen chamado Hatano Kimiirogo atirou uma flecha para um alvo feito de bolo de arroz, “mochi” . Este mochi , ao ser atingido pela flecha, transformou–se num pássaro branco e voou para longe. No lugar onde o passaro pousou, nasceu um pé de arroz. Aí, Hatano kimirogo construiu o santuário de Inari. Por isso,o nome da santuário, Inari significa “ nasce um pé de arroz”.  Não se sabe ao certo, mas estima–se que tenha sido construído por volta do ano no 711. O que chama a atenção quando entramos é a quantidade de estátuas de raposas. A raposa é considerada um mensageiro do deus do arroz porque este animal caça os ratos que comem os grãos de arroz.




Uma outra peculiaridade do santuário que encanta os turistas é a fileira de portais (torii) pintados de vermelho ao longo das escadarias. Existem cerca de 10000 torii. Isto também tem uma razão: o deus do arroz, Inari, era originalmente reverado pelos agricultores. No entanto, com o passar do tempo, esse deus se multiplicou passando a ser reverado também por comerciantes e pessoas de outras ocupações. Os portais dos santuário foram oferecidos por pessoas que tiveram seu pedidos realizados pelo deus Inari.

☆Acesso ao santuário Fushimi Inari
Pegue o trem de linha de Nara na Estação de Kyoto e desça na estação de Inari.