Santuário Fushimi Inari

April 25, 2005

by Tomoe Tsukada; Kanako Takahashi; Nami Yamada

1 O que é Nô?

Eu estou aprendendo o teatro nô no clube da universidade e gostaria de apresentar alguns lugares famosos de Quioto que têm relação com esse teatro. O que é o Nô?
É um musical tradicional do Japão. Tomou a forma presente entre os séculos XV e XVI. Até hoje, esta forma não mudou quase nada. A dança, a canção, as roupas, as máscaras são iguais às de 500 anos atrás.

2 O Nô e o santuário Fushimi inari

Existe uma peça de Nô que tem relação com o santuário xintoísta Fushimi Inari, um dos maiores e mais famosos de Quioto. O titulo da peça é Kokaji, a história de um ferreiro, fabricante de espada, chamado Munechika. Esse personagem existiu realmente no século Ⅹ.
Um dia, Munechika recebeu a visita de um enviado imperial com uma ordem do imperador para que fabricasse uma espada de alta qualidade e beleza. Mas para malhar o ferro, precisava de mais uma pessoa com experiencia igual à dele. No entanto, ele não tinha nenhum discípulo e, sem saber o que fazer, resolveu visitor o santuário Fushimi Inari para pedir aos deuses a sua ajuda.
No meio do caminho, ele encontrou um menino que, na verdade , era o deus Inari disfarçado. Este menino encorajou-o e prometeu–lhe ajuda. Ele disse: “Depois de voltar à sua casa, faça um estrado e me espere. Munechika voltou então para casa e fez o estrado para malhar o ferro. Assim que ele começou a rezar apareceu o deus Inari e malhou o ferro junto com Munechika. Por último, Munechika inscreveu seu nome na espada e , ao lado, o deus gravou a inscrição “Kogitsune”, que significa “raposa pequena”. Assim se fabricou a espada de alta qualidade. Depois de terminado o trabalho, o deus Inari montou em uma nuvem e desapareceu na montanha de Inari.

Os deuses de Inari em Nô

3 O santuário Fushimi inari

Este santuário presta culto ao deus do arroz, desde antigamente o alimento mais importante para os japoneses . Há uma lenda sobre nascimento deste santuário: Um dia um homen chamado Hatano Kimiirogo atirou uma flecha para um alvo feito de bolo de arroz, “mochi” . Este mochi , ao ser atingido pela flecha, transformou–se num pássaro branco e voou para longe. No lugar onde o passaro pousou, nasceu um pé de arroz. Aí, Hatano kimirogo construiu o santuário de Inari. Por isso,o nome da santuário, Inari significa “ nasce um pé de arroz”.  Não se sabe ao certo, mas estima–se que tenha sido construído por volta do ano no 711. O que chama a atenção quando entramos é a quantidade de estátuas de raposas. A raposa é considerada um mensageiro do deus do arroz porque este animal caça os ratos que comem os grãos de arroz.




Uma outra peculiaridade do santuário que encanta os turistas é a fileira de portais (torii) pintados de vermelho ao longo das escadarias. Existem cerca de 10000 torii. Isto também tem uma razão: o deus do arroz, Inari, era originalmente reverado pelos agricultores. No entanto, com o passar do tempo, esse deus se multiplicou passando a ser reverado também por comerciantes e pessoas de outras ocupações. Os portais dos santuário foram oferecidos por pessoas que tiveram seu pedidos realizados pelo deus Inari.

☆Acesso ao santuário Fushimi Inari
Pegue o trem de linha de Nara na Estação de Kyoto e desça na estação de Inari.

Leave A Comment...

*