Santunário Kifune

October 16, 2017

por  Kei Yamawki e Tomoki Matsuoka

O histórico do Santunário Kifune

O Santário Kifune é um santuário xintoísta que fica em um vale arborizado, nas montanhas do norte de cidade de Quioto, em Sakyo-ku. Apesar de se situar num local chamado “Kibune”, o nome deste santuário é pronounciado “Kifune”. Famoso em todo o Japão, muitas pessoas visitam este santuário todos os anos, o principal dos 450 santuários “Kifune” de todo o país.

 

貴船の川

Kadoko – restaurante em plataformas construídas sobre o rio

 

 

貴船

Hongu, o palácio principa

 

-Precinto do Santuário Kifune-

O santuário Kifune está dividido em três edifícios: Hongu, Yuinoyashiro e Okunomiya.Hongu é o palácio principal do santuário e foi reconstruído em 2007.

 

-Como ir-

A estação de comboio / trem mais próxima é Kifuneguchi. É preciso andar cerca de trinta minutos a partir desta estação.

A paragem de autocarro (o ponto de ônibus) mais próxima é Kifune, do autocarro / ônibus nº33. Fica a cerca de cinco minutos a pé do santuário.

 

-História-

O santuário tornou-se objeto do patronato imperial durante  o período Heian. Em 965, o imperador Murakami ordenou que mensageiros imperiais fossem envidados para relatar eventos importantes ao “kami” guardião do Japão. Na altura foram concedidas oferendas (denominadas “heikaku”) a 16 templos, incluindo o Santuário Kifune. De 1871 a 1947, este santuário foi designado oficialmente um dos “Kampei-chusha”, que significa que se tornou na segunda categoria de santuários apoiados pelo governo japonês. O Santuário Kifune também está associado ao “Ushi no toki mairi”, um ritual de maldição.

 

-Rumores do Santuário Kifune-

O deus do casamento do Santuário de Kifune é famoso, mas há rumores de uma história assustadora, onde uma maldição começa. É aqui que se pratica o “Ushi no toki mairi”, um ritual para amaldiçoar pessoas de que não se gosta.

 

 

Leave A Comment...

*