IYEMON SALON

October 16, 2014

by Chizuru Tateno; Yuina Matsushita

 

 

O Iyemon Salon é um moderno salão de chá que serve uma bebida com tradição de mais de oito séculos: o chá verde.

 

O Chá Iyemon

O chá verde Iyemon é vendido em todo o Japão, fabricado por uma empresa chamada Fukujuen. Fundada em 1790, usa água de boa qualidade, em Yamazaki (Prefeitura de Quioto), na produção desta famosa bebida. O seu fundador chamava-se Iyemon Fukui, daí o nome deste chá. Hoje, a empresa pertence à Suntory, um dos maiores grupos económicos do Japão.

 

O Iyemon Salon

O Iyemon Salon abriu ao público em junho de 2008, no centro de Quioto. Situado na zona de Karasuma Sanjo, todos os cliente podem apreciar esta famosa e tradicional bebida japonesa num ambiente requintado e moderno.

Entrada do Iyemon Salon

 

Neste estabelecimento, é possível acompanhar o chá verde com um vasta variedade de culinária tradicional japonesa, quer aqui venha de manhã, para o almoço ou para o jantar. O horário de abertura alargado, das 8 horas da manhã até à meia-noite, permite a todos os que vêm a Quioto mais oportunidades para visitar esta casa de chá.

Exemplo de uma refeição no Iyemon Salon.

 

 

Também é possível experimentar o chá Iyemon ao balcão.

 

Outras bebidas

Para além de uma grande variedade de chá Iyemon (Iyemon normal, Iyemon zeitaku reicha, Iyemon koime, etc), também é possível experimentar outras bebidas como cerveja de chá verde ou o Iyemon expresso, uma espécie de chá verde mais forte, tal como o café expresso.

 

Chakai
A Chakai é um evento de grande tradição na cultura japonesa, ligado à cerimónia do chá. O Iyemon Salon realiza regularmente sessões de chakai, em que o mestre prepara e serve aos convidados o famoso chá verde. Nestas ocasiões, o mestre ensina também ao público algo sobre a preparação desta bebida.

 

Lembranças
Depois de terminar a visita ao Iyemon Salon, é possível comprar chá ou utensílios ligados à sua preparação, para que seja possível oferecer como lembrança ou degustar o chá Iyemon em casa.

 

 

 

Acesso

 

Tomar o metro da linha Karasuma até a Estação Karasuma-oike e usar a Saída nº6.

Morada: 80 Nishiirimikura-cho-Sanjo-karasuma, Nakakyo-ku, Kyoto 604-8166

Telefone 075-222-1500

Horário: 8:00~24:00 (último pedido às 23:00)

 

 

 

Templo Suzumushi-dera

 

by Chizuru Tateno; Yuina Matsushita

 

Construído em 1723, o seu nome oficial é “Myotokuzan Kegon-ji”, fundado por Hotan, um monge de uma uma fação budista denominada Kegon. Apesar do nome oficial, todos conhecem este templo por “Suzumushi-dera”. “Suzumushi” significa cigarra, em português. Um dia, um monge deste templo decidiu treinar as cigarras para cantarem durante todo o ano e não só no verão.

A vida da cigarra é muito curta, só cantando por pouco mais de vinte dias. Os monges deste templo têm de cuidar a temperatura, umidade e iluminação para manter a população de cigarras durante todo o ano.

Milhares de pessoas visitam este local todos os anos, aqui se sentando e ouvindo o belo cantar e recebendo chá dos monges que contam a história deste templo.

Templo Suzumushi-dera

 

No Suzumushi-dera há uma estátua chamada Kofuku-Jizo (Jizo da Felicidade). É o único Jizo do Japão com sandálias. Há quem diga que ele torna os nossos desejos realidade.

 

Kofuku-Jizo

 

ACESSO

Tomar o trem da linha Hankyu até “Matsuo” e tomar o ônibus para “Kokedera-michi”. Outra alternativa é tomar o ônibus 28 a partir da Estação de Quioto.

Morada: 31 Jike-cho, Matsumuro, Nishikyo-ku, Kyoto

Telefone: 075-381-3830

Horário: 9:00a.m. – 4:30p.m.

Entrada: 500 ienes (inclui chá e doces)

 

 

 

 

 

 

 

 

Tsujiri

by Yumi Morimoto; Naomi Hamada

Fundada em 1860, Tsujiri é uma loja especializada em chá japonês de Uji (Quioto).

Em 1978 foi inaugurado o Charyo Tsujiri, um pequeno estabelecimento onde todos podem provar e descobrir os sabores do tradicional chá nipônico.

Quer a loja Tsujiri quer o salão de chá Charyo Tsujiri, situados no famoso distrito de Gion, atraem não só muitos turistas, mas também os próprios habitantes de Quioto.

De entre os muitos sabores à escolha no cardápio de Charyo Tsujiri, podemos aconselhar o seu famoso sorvete. Este é muito procurado, especialmente pelas mulheres, pois contém em si o paladar inconfundível do chá japonês.

Contudo, uma das especialidades deste estabelecimento é o sorvete com pão-de-ló de macha (o chá verde japonês).

Vamos provar o paladar tradicional do Japão com seu famoso parfait de Charyo Tsujiri, em Gion!

A cultura do chá ― espírito traditional do Japão

by Akiko Gomi; Chihiro Udono

No início, o chá era artigo de luxo na China e era tomado como remédio. Depois disso, o chá passou a ser tomado por prazer como uma bebida.
Na China, a cerimônia do chá desapareceu, mas, no Japão, o “Sado” é cultivado até hoje.

Os vários estilos do “Sado”

Há sete escolas principais que cultivam diferentes estilos do “Sado”.
No século 16, uma grande autoridade do “Sado”, Sennorikyu, que reformou e sistematizou a cerimônia, teve sete discípulos. Eles aprenderam o estilo e a filosofia do “Sado” diretamente de Sennorikyuu. Mais tarde, a doutrina de Sennnorikyuu foi ramificada pelos sete discípulos.

Os procedimentos da cerimônia em cada escola são muito minuciosos e diferem um pouco dos outros, no entanto, comungam
o mesmo espírito do “Sado”, por exemplo, a forma de preparar o chá.

O espírito do sado

● “Wa”: O espírito de harmonia
● “Kei”: O espírito de respeito e
amor aos outros
● “Sei”: Respeito ao ambiente limpo
e ao coração puro e formoso
● “Jaku”: O ambiente silencioso e
sagrado que deixa nosso
coração em quietude e
sossego.

O espírito do “Sado” se baseia na doutrina do budismo. Todos que querem se devotar ao “Sado” tentam aprender e exercitar este provérbio composto pelos quatro significados.

A cerimônia do chá

“Sado” é uma cultura religiosa e também uma síntese de várias artes.
Para realizar a cerimônia do chá, é necessário representar a beleza de qualidade artística no seu todo. Por exemplo, preparam-se os objetos de cerâmica valiosa, ornamentos ( flores, cerâmicas, obras de caligrafia), Kimono, um belo jardim, sala para a cerimônia, etc. Esta apresentação nunca deve ser chamativa, se harmonizando com a estação do ano, a temperatura, lugar, etc.
OAssim, as pessoas que assistem à cerimônia podem sentir prazer através dos cinco sentidos.


Doutrina de “Ichigo-ichie”

No japão, há um provérbio famoso : “Ichigo-ichie”. Isso significa que todos os encontros com pessoas são preciosos, pois provavelmente nunca teremos a mesma oportunidade de reencontro. Este provérbio nasceu na cerimônia do chá : uma idéia que cada ocasião é única e não se repetirá.
Com base nessa idéia, não se devem realizar duas cerimônias da mesma forma, que muda de acordo com as
condições.

Muitos estrangeiros têm estado interessados pela cultura do “Sado”, e há muitos visitantes que querem ter a experiência de participar da cerimônia. Podemos ter essa experiência em lojas que servem chá ou templos.
Aque listamos alguns lugares em Kyoto onde é feita a cerimônia do chá para visitantes comuns.

Templos

    • Kinkakuji
      Acesso : tome o ônibus de número 12, 59, 101, 204 ou 205. Desça na parada “Kinkakuji-doo” ou “kinkakuji-mae”.
      Custa : \400 (chá : \500)
    • Daitokuji
      Acesso : tome ônibus de número 1, 12, 204, 205 ou 206. Desça na parada “Daitokuj-mae”. Pode tomar chá em Zuoshoo-en no Daitokuji.

Custa : \300 (preço do chá à parte)

Casas de chá-

  • Tondaya
    Acesso : Tome o ônibus de número 51, 101 ou 203 e desça na parada “Ichijoo-modoribashi” ou “Horikawa-imadegawa”. Ande mais ou menos 10 minutos.

Custa : \1000

Museu do chá (Sado-Shiryookan)

Acesso : Tome o ônibus de número 9, 12 ou 67 e desça na parada “Horikawa-teranouchi” e ande mais ou menos 2 minutos para a direção norte.
Custa : \500~\800