O Castelo de Nijo

November 30, 2015

by Kazuya Oshima; Ryota Kobayashi

O Castelo de Nijo localiza-se no coração de Kyoto. Tanto pela sua história, como pela sua arquitetura ou pelos seus jardins é um dos locais que não se deve deixar de visitar.

unnamed.jpgkkkk

O Castelo de Nijo foi mandado construir, em 1603, por Tokugawa Ieyasu, um dos shoguns mais importantes do Japão, para residência oficial do shogunato Tokugawa. A sua construção foi concluída em 1626 pelo terceiro Shogun Tokugawa Iemitsu, que aproveitou partes do castelo do Fushimi como o Portão Kara para o completar.

Tem no seu interior dois palácios (o Palácio Nonomaru e o Plácio Honmaru), protegidos por muralhas e fossos, com áreas distintas para Senhor Tokugawa e seus vassalos.

Em 1868, a família Tokugawa entregou o castelo à família imperial e em 1939 passou a ser administrado pelo município de Kioto que abriu as suas portas ao público no ano seguinte.

 

Depois de entrar no Castelo, o primeiro local a visitar é o Palácio Ninomaru, considerado Tesouro Nacional e Património da Humanidade pela UNESCO em 1994. Tem uma área de 3.300 metros quadrados e é composto por 5 edifícios em diagonal que são uma mostra do estilo Bukefushoinzukuri, do período Momoyama (1573-1603). Ao todo há 33 salas decoradas com pinturas luxuosas, correspondendo a uma área superior a 800 tatamis.

 

kkk

Os construtores montaram os pavimentos dos corredores de forma que o piso gerasse um som como um grito de um rouxinol sempre que alguém caminhasse sobre ele. Era uma maneira de garantir a segurança, pois o ranger da madeira alertava para a presença de qualquer intruso.

 

Uma das salas é a Tozamurai-no-ma, que é a que tem maior superfície, uns 1046 metros quadrados. Ao que parece foi usada como sala de espera para os daimyos que iam visitar o castelo.

 

Ohiroma Ichi-no-ma e Ni-no-ma são duas salas contíguas que se podem transformar numa só. Era onde o Shogun se reunia com os daimyos. Estão decoradas com luxuosas pinturas de forma a impressionar os visitantes.Outra coisa importante é que, tal como na sala Chokushi, tinha uma zona mais alta onde o Shogun se sentava e atendia os nobres que se sentavam na parte mais baixa.

 

Neste ponto vamos explicar alguns pormenores destas reuniões para dar uma ideia de como seriam na época:

 

Para começar, os daimyos tiravam a espada longa e só lhes era permitido levar a espada curta. Também tinham de trocar a roupa por outra que dificultava bastante não só os movimentos rápidos, como o equilíbrio, em caso de confrontação.Nestas reuniões, só o Shogun e o seu guarda pessoal levavam roupa apropriada, caso houvesse alguma confrontação. Na sala há vários armários onde se guardavam as mesas e utensílios que ali se podiam usar e tem portas especiais ocultas por onde os guardas pessoais do Shogum podiam entrar na sala e defendê-lo de qualquer tentativa de assassinato.Como se pode ver nesta época havia muitas lutas internas pelo poder e muito receio de traições.

 

Se visitarem o Castelo de Nijo, tenham em conta que para os japoneses uma habitação limpa e desocupada não só mostra ordem como dá a sensação que é maior. O Shogun, com estas salas tão grandes e apenas com o mobiliário necessário naquele momento, pretendia impressionar e dar sensação de poder aos seus visitantes. Assim todo o mobiliário permanecia guardado nos armários, fora da vista dos visitantes.

 

O jardim de Ninomaru foi feito de modo a que o Shogun o pudesse ver quando estava no salão principal do palácio.

 

 

Horário: das 8:45 às 17:00 (última entrada às 16:00)

Encerra às terças em janeiro, julho, agosto e dezembro.

Encerra também entre os dias 26 de dezembro e 4 de janeiro.

Preço: 600 ienes

 

 

Acesso

Tomar o metrô até à Nijojo-mae Station, na Tozai Subway Line

Castelo Nijo

by Erika Harada; Mamiko Takasaki; Yoshitomo Muroi

História do Castelo de Nijo

A construção do Castelo foi ordenada por Ieyasu Tokugawa em 1603. Em 1788, houve um incêndio em Quioto e parte do Castelo foi destruida.
Em 1867, o governo do Japão é devolvido ao Imperador e, um ano depois, a família Tokugawa entrega a tutela do castelo à Família Imperial.
A partir de 1939, o município de Quioto passou a administrar o Castelo de Nijo e um ano depois o seu interior é aberto a todos os que o desejam visitar.
Em 1952, o Castelo é indicado como Tesouro Nacional e em 1994 a UNESCO escolhe o castelo como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Interior de Castelo

Explicação

Dentro do Castelo existem 3000 desenhos e 954 são considerados como tesouros importantes da Cultura Japonesa.

Pintor

Os desenhos no interior têm nomes e decorações próprias e as pinturas foram feitas pelo pintor Kanou Tanyu.

Espaço no interior

Castelo de Nijo tem cinco espaços em seu interior.
1.Shiro-Shoin

2.Kuro-Shoin

3.Ouhiroma

4.Shikidai

5.Toosamurai

Flores de Nijo



Jardim do Castelo de Nijo

O jardim de Ninomaru
Outro nome: O jardim de Hachijim
Características

  • Há uma lagoa no centro
  • Tem três ilhas que flutuam na lagoa,
    chamadas de Ilha de Hourai,
    IIha de Came,IIha de Tsuru

Jardim de Honmaru

Características

  • Foi completado em 1896.
  • Esse jardim tem estilo ocidental.
  • O gramado e as plantas são o centro do jardim.

Jardim de Seiryuen

Característica

  • Foi construido em 1965.
  • Combinação de estilo japonês e ocidental.

A administração do Jardim

A manutenção e administração do jardim são feitas pelo pessoal da cidade de Kyoto que fazem

  • Proteção das cicadáceas(tipo de palmeira) contra o frio.
  • Eliminação das folhas dos pinheiros.

Outras Informações

O mapa

Asesso
Trem

Na Estaçao de Quioto, tomar trem JR para Nijo
Descer em frente.

Bilhete

Adultos:600 ienes
Estudante ginásio e colégio:350 ienes
Estudante primário:200 ienes

Horário

das 9:00 às16:00(fechado nas terças feiras)

Nijo-jo

Risa Takahashi, Natsumi Yamamoto, Yoshida Yumi

Il castello di Nijo

Il castello di Nijo è stato costruito nel 1603 come dimora a Kyoto del primo shogun Ieyasu Tokugawa, che normalmente risiedeva a Edo, l’odierna Tokyo. In seguito è stato completato da Iemitsu Tokugawa, il terzo shogun. Iemitsu vi ha fatto trasportare alcuni edifici dal castello di Fushimi nel 1626. Perciò al castello di Nijo si può ammirare tutta la storia della cultura Momoyama. Il periodo Momoyama costituisce gli ultimi 20 anni del sedicesimo secolo, ed è molto importante nella storia della cultura giapponese. Nel 1867, Yoshinobu Tokugawa, il quindicesimo shogun, ha restituito il potere politico all’imperatore, trasferendo alla famiglia imperiale anche Nijo-jo. Il castello ha una superficie di 275.000 mq, ed è stato dichiarato patrimonio culturale dell’umanità. Nel 2003 sono stati celebrati i 400 anni dalla sua costruzione.

“Ninomaru-Goten”(Palazzo Ninomaru)

Ninomaru Goten è l’edificio principale e più noto di Nijo-jo, costruito in uno stile tipico dei palazzi giaponesi. È orientato da sud-est a nord-ovest, ed è composto da sei edifici. Si chiamano “Tozamurai”, “Shikidai”, “Oohiroma”, “Sotetsunoma”, “Kuroshoin” e “Shiroshoin”. Inoltre c’è un vestibolo che si chiama “Kurumayose”. Ninomaru-Goten ha una superficie di 3,300 mq, e contiene 33 stanze, con più di 800 tatami, le stuoie di paglia di riso che coprono i pavimenti nelle case giapponesi tradizionali. In ogni stanza vi sono dipinti adatti alla sua particolare funzione, e tutte le stanze sono lussuossime.



Mappa e guida di Ninomaru-Goten


1. Kurumayose
Il vestibolo di Ninomaru-goten. È costruito in modo da potervi entrare con un carro trainato da buoi.

2. Tozamurai
È un’anticamera per i signori feudali dell’epoca, chiamati “daimyo”.

3. Yamaginoma・Wakamatsunoma
Qui si trovavano i guardiani che ricevevano gli ospiti.

4. Shikidainoma
Qui i daimyo incontravano i roju, funzionari di alto rango al servizio dello shogun, che ricevevano i regali per lo shogun.

5. Oohiroma-Sannoma
Anticamera per i daimyo che non erano vassalli diretti o membri del clan dello shogun.

6. Oohiroma-Ninoma
Shogun e daimyo si sono incontrati in qui.

7. Oohiroma-Ichinoma
Shogun e daimyo si sono incontrati in qui.

8. Kuroshoin
Il luogo in cui si incontravano lo shogun e i daimyo membri del suo clan.

9. Shiroshoin
Armeria.

10. Oohiroma-Yannoma
Le armi erano messe qui

“Ninomaru-teien”(Giardino Ninomaru)

Questo giardino è stato fabbricato in conformità alle regole dell’antica arte dei giardini giapponesi.
È bellissimo, ed è stato ufficialmente dichiarato panorama famoso dal governo giapponese.

“Seiryu-en”

Il giardino Seiryuen ha una superficie di circa 16,500mq. È stato costruito come compromesso fra lo
stile giapponese e quello occidentale. Vi si trova una stanza abita alla cerimonia del tè.


Ninomaru-teien              Seiryu-en