Detective Conan Tour

September 1, 2019

by Mayu Nishikawa and Natsumi Nishimura

Detective Conan is one of the most popular manga (comics or graphic novels) in Japan. It was written by Gosho Aoyama in the mid-to-late 90s. The main character is Conan Edogawa. His real name is Shinichi Kudo. He is a high school student. He is very smart. However, he looks like child because of a poison he ingested, but his brain remains that of an adult. He hides his real self from around people. He uses the name “Conan Edogawa.” He lives in his girlfriend’s house, but she doesn’t know that Conan is actually Shinichi.

In the story, he always happens to be at the scene of a crime. Then, he solves criminal cases. This manga has not concluded yet. Last year, the 95th volume was released. The 95th volume contains the 1000th episode. Commemorative of the 1000th episode, the main characters went to Kyoto on a school trip. Conan temporarily returns to Shinichi as an antidote. However, at the hotel where they stayed, there was a murder case. Moreover, the romance between Shinichi and his girlfriend, named Ran, developed at Kiyomizudera temple. They visited this famous tourist spot in Kyoto.

In this article, we’d like to introduce three tourists spot they visited. These are Kiyomizudera temple, Kinkakuji temple and Kitanotenmangu shrine. If you like Detective Conan, you can enjoy these spots. Even if you don’t know much about Dectective Conan, you will like those spots and become interested in Detective Conan.

Kiyomizudera

Kiyomizudera temple

Kiyomizudera temple is one of the famous temples in Kyoto. It was built in 778. It was burned to the ground by fire over ten time, but it was reconstructed again and again. It was registered one of the UNESCO World Heritage Sites of Kyoto in 1994. There is main gate called Nioumon. This is a good picture spot because it is a beautiful red color and so big. Kiyomizu temple is also famous for cherry blossoms and autumn leaves. If you go there, we recommend you visit in the spring or autumn. Kiyomizu temple also has a stage called Kiyomizu stage. The picture of the stage is front cover of the 95th volume of manga. The view from the stage is wonderful. On the stage, Shinichi and Ran had their photo taken by their friend. At the end, Ran expressed her feelings to Shinichi. Moreover, he solved murder case. The Kiyomizu stage is the best place for Detective Conan’s fans.

Kinkauji

Kinkakuji temple

Kinkakuji temple is another one of the World Heritage Sites of Kyoto. It was built by Yoshimitsu Ashikaga in 1397. He is the third Shogun of the Muromachi Shogunate. This Shogunate is the samurai government of the Muromachi Shogunate. The official name of Kinkakuji temple is Rokuonji. Kinkakuji temple was burned to the ground in 1950, but it was reconstructed in 1955. This temple is a three-layered building, but only the second and third layers are covered with gold foil. This golden Kinkakuji temple reflected in the pond is very beautiful.

Shinichi and his friends visited Kinkakuji temple. They took photos and enjoy the view.

Kitanotenmangu

Kitanotenmangu shrine

Kitanotenmangu shrine deifies Michizane Sugawarano. He has great ability for studying. For example, he is well known for composing an emotional Japanese poetry and creating Chinese poetry. He is called the god of learning, so this shrine is famous as a place where people pray for success in school. This shrine was built in 947. There is a light up event held in the precincts on the 25th of every month. This day is called Tenjin Day, because Michizane Sugawarano’s birthday is on July 25th. Every month of that day, there are many food stands.

After Shinichi solved the murder case at Kiyomizu stage, they visited Kitanotenmangu Shrine as the end of sightseeing. If you want to be smart like Conan, you should visit and pray there.

As you can see, we introduced three spots where the main characters of Detective Conan visited: Kiyomizudera temple,Kinkakuji temple and Kitanotenmangu shrine. If you visit these spots, we are sure you feel like you are a member of Conan’s school trip. Every place is perfect for sightseeing in Kyoto. Let’s visit those temples and shrine!

Access

Kiyomizudera temple

The opening hour 06:00~18:00 (~18:30)

The entrance fee is 400 yen for adults (high school students and above)
and 200 yen for elementary and junior high school students.

From Kyoto station- No.86, 206, 100 city bus, get off “Gojozaka”

Kinkakuji temple

The opening hours 09:00~17:00

The entrance fee is 400 yen for adults (high school students and above)
and 300 yen for elementary and junior high school students.

From Kyoto station- No.101, 205 city bus, get off “Kinkakujido”

Kitanotenmangu shrine

The gate opening hours: April~ September 05:00~18:00, October~ March
05:30~17:00

From Kyoto station- No.50, 101 city bus, get off “Kitano Tenmangumae”

From Demachiyanagi station- No.102, 203 city bus, get off “Kitano
Tenmangumae”.

Como passear no Kinkaku-ji

por Kei Yamawaki e Tomoki Matsuoka

O que é o Kinkaku-ji

“Kinkaku-ji”, também conhecido como “Templo Dourado”, fica em Quioto e é um monumento histórico construído por Yoshimitsu Asikaga, em 1397.

Em 1993, foi classificado pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade.

Restaurante

O Kinkakuji tem um recinto muito grande, por isso quem o visita tem de andar muito. Para quem ficar com fome, recomentamos o restaurante “Sea Food” (em japonês “思風都”). Este restaurante ainda não é conhecido pelos turistas que visitam Quioto, mas a sua comida é deliciosa.

Para o encontrar, ande para sul durante cerca de cinco minutos desde a paragem de autocarro / ponto de ônibus “Kinkakuji-michi”. Infelizmente, a homepage deste restaurante está em japonês: http://seafood-kyoto.com

Como passear no Kinkaku-ji

No recinto, a visita é praticamente impossível para quem precise de cadeira de rodas, por causa das inúmeras escadas. Mas se precisar, pode pedir uma bengala emprestada.

Sem dúvida que o melhor local para tirar fotografias no Kinkaku-ji é em frente da fonte de água. As pessoas fazem fila para usufruir deste local, mas vale bem a pena tirar uma fotografia com o templo a refletir na água.

Kinkakuji

 

Acesso

Pode vir até ao Kinkaku-ji de autocarro /onibûs 12 ou 59.

Se usar o parque estacionamento do Kinkaku-ji, precisa de pagar 300 ienes por hora.

Preço

Adulto: 400 ienes

Crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos: 300 ienes

Kinkakuji

by Ryosuke Yamamoto; Junichi Satou

金閣寺
Nome:Rokuon-ji (Pavilhão Dourado)

Nome Popular:Kinkaku-ji

Local: 1 Kinkakuji-chô,Kitaku, Quioto-shi, Quioto

Anos da Construção:1397anos

Fundador:Yoshimitsu Ashikaga

Acesso:Tem que pegar o ônibus e descer em frente de Kinkaku-ji ou Kinkakuji-michi.

Tarifa:400 ienes

É um dos templos mais conhecidos do Japão.

Kinkaku-ji (Pavilhão Dourado) foi destruido por um incêndio em 1950, mas reconstruido 5 anos depois.
Foi classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1994.

Este templo se caracteriza pelas folhas de ouro que o cobrem. Quando relfetido na lagoa em frente é uma visão magnífica para os visitantes.

O templo tem três andares. O primeiro é construido com um estilo diferente, conhecido por ¨Shinden-dukuri¨. O segundo andar tem a denominação de ¨Buke-dukuri¨ e o terceiro ¨Zensyu-you¨.

História

O local onde o Pavilhão Dourado (designado formalmente por ‘Shariden’) se situa foi usado por volta de 1220 como local de descanso para Kintsune Saionji, mas o pavilhão em si só foi construído em 1397, para servir como casa de repouso para o shogun Yoshimitsu Ashikaga. O seu filho foi o responsável pela conversão num templo Zen de orientação Rinzai.
Durante a Guerra dos Onin, o templo foi queimado várias vezes.

O neto de Yoshimitsu criou o Ginkaku-ji (Pavilhão de Prata) inspirado no Kinkaku-ji, e tencionava cobri-lo de prata, o que acabou por não conseguir fazer.

Sugestões de Visitas em Quioto

by Sachiko Okubo; Eri Sakuma; Kota Tsujimoto

Em baixo poderão consultar um plano de visita a Quioto. Todos os templos aqui apresentados têm uma longa e interessante história. Se tiverem oportunidade de visitar o Japão, poderão usar este plano…

Meios de transporte☆

Destino

Nome da parada de ônibus

Número do ônibus

Estação de Quioto

Kyotoeki-mae

京都駅前

Pega o ônibus 9, 5 ou 101 para ir a Nijo-jo.

Nijo-jo

Nijojo-mae

二条城前

Pega o ônibus 12 ou 101 para ir a Kinkaku-ji.

Kinkaku-ji

Kinkakuji-michi

金閣寺道

Pega o ônibus 102 ou 204 para ir a Ginkaku-ji.

Ginkaku-ji

Ginkakuji-michi

銀閣寺道

Pega o ônibus 5 para ir a Nanzen-ji.

Nanzen-ji

Nanzenji, Eikando-michi

南禅寺・永観堂道

Pego o ônibus 5 para ir a Heian-jingu.

Heian-jingu

Kyoto Kaikan Bijutsukan-mae

京都会館美術館前

Pega o ônibus 100 para ir a Kiyomizu-dera.

Kiyomizu-dera

Kiyomizu-michi

清水道

Pega o ônibus 100 ou 206 para voltar a estação de Quioto

Estação de Quioto

Kyotoeki-mae

京都駅前

 

Em primeiro lugar, é aconselhável a compra de um bilhete diário, para todos os ônibus da cidade de Quioto. Poderão comprar este bilhete no próprio ônibus ou no Centro de Informação, na Estação de Quioto.
O preço é 500 ienes para adultos e 250 ienes para crianças dos 6 aos 12 anos.
Contacto:
http://www.city.kyoto.lg.jp/kotsu/page/0000033700.html
Mapa dos ônibus de Quioto:
http://www.city.kyoto.lg.jp/kotsu/cmsfiles/contents/0000019/19770/bus_navi_en.pdf770/bus_navi_en.pdf

Nijo-jo

O Castelo de Nijo foi construido por ordem de Ieyasu Tokugawa, em 1603. Iemitsu, o terceiro shógun Tokugawa, deslocou partes do Castelo de Fushimi para o edifício do Castelo Nijo, em 1625/26. As dimensões de Nijo são 400 metros (este-oeste) por 500 metros (norte-sul) e encontra-se rodeado por uma muralha que servia para guardar o Palácio Imperial de Quioto e alojar o shógun, quando este se encontrava em Quioto. Yoshinobu Tokugawa publicou aqui “A Restauração da Regra Imperial”, durante os tumultuosos anos da Restauração Meiji. O edifício Ninomaru-Goten, que se encontra dentro deste castelo, é considerado Tesouro Nacional pelo Governo do Japão. Encontra-se também registrado como Patrimônio Mundial pela UNESCO.
▲Nijo-jo

▲O Jardim de Ninomaru ▲Ninomaru-Goten
Código postal 604-8301
Endereço Nijojomachi 541, nijo-dori horikawa nishi, nakagyo-ku, kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Nijojo-mae que fica cerca de 5 minutos desse local.
Se for de ônibus descer no ponto de Horikawa-oike que fica cerca de 5 minutos desse local.
Se for de JR descer no ponto de Nijo que fica cerca de 15 minutos desse local.
Se for de mêtro descer no ponto de Nijojo-mae que fica cerca desse local.
Telefone 075-841-0096
Fax 075-802-6181
Website http://www.city.kyoto.jp/bunshi/nijojo/
Taxa Até 12 anos / 200 ienes
13 as 18 anos / 350 ienes
Adulto / 600 ienes
Para pessoa com deficiência física e uma assistencia / grátis[Para grupo] Até 12 anos / 200 ienes
13 as 18 anos / 350 ienes
Adulto / 500 ienes
Tempo útil De 8:45 Para 17:00
Observação Estacionamento para 30 ônibus e 210 carros

Kinkaku-ji

Yoshimitsu Achikaga, terceiro shógun do Governo Muromachi, construiu o Templo Dourado como refúgio de montanha. O nome formal do Templo era Rokuon.

O edifício tem três andares, e a sua construção é típica da Cultura de Kitayama.
Existe um Fenghuang em cima de telhado.
O templo ardeu com um incêndio em 1950, mas foi reconstruído em 1955.
O jardim do Kinkakuji é um dos mais belos de todo o Período Muromachi.
Foi registrado como Patrimônio Mundial da Humanidade, em 1994.

▲Kinkaku-ji

Código postal 603-8361
Endereço Kinkakuji-cho 1, kitaku, kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de kinkakuji-michi que fica cerca de 5 minutos desse local
Se for de ônibus descer no ponto de kinkakuji-mae que fica cerca de 1 minutos desse local
Telefone 075-461-0013
Website http://www.shokoku-ji.or.jp/kinkakuji/
Taxa Criança (Até 15 anos) / 300 ienes
Adulto / 400 ienes
Para pessoa com deficiencia física / 300 ienes
Tempo útil De 9:00 para 17:00
Observação Estacionamento para 50 ônibus

Ginkaku-ji

▲Ginkaku-ji
Ginkakuji foi construído como casa de verão de Ashikaga Yoshimasa, o oitavo General do Shogunato Muromachi. O seu nome formal é Jishou-ji.
Ginkaku é um edifício de dois andares e a sua construção representada a cultura de Higashiyama.
Ao contrário do que o nome possa indicar, a sua cobertura não são folhas de prata mas sim laca pintada.
Foi registrado na lista de Patrimônio Mundial da Humanidade em 1994.

 

 

 

 

 

 

▲Tougu-dou
Código postal 606-8402
Endereço Ginkakuji-cho 2, Sakyo-ku, Kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Ginkakuji-michi que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de ônibus descer no ponto de Ginkakuji-mae que fica cerca de 5 minutos desse local.
Telefone 075-771-5725
Fax 075-771-5439
Website http://www.shokoku-ji.or.jp/ginkakuji/index.html
Taxa Criança (Até 15 anos) / 300 ienes
Adulto / 500 ienes
Para pessoa com deficiência física / 100 ienes
ajudante / 100 ienes
Tempo útil De 8:30 para 17:00
Observação Não há estacionamento

Nanzen-ji

Nanzen-ji é um templo budista construído no Período Heian pelo Imperador Kameyama no início do Período Edo e tem um dos jardins de pedra mais conhecidos do Japão, “Karesansui”.

▲Nanzen-ji ▲Aqueduto da Água de Prata
Código postal 606-8435
Endereço Nanzen-ji Fukuti-cho, Sakyo-ku, Kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Nanzen-ji, Eikandou-michi que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de metrô descer na estação de Keague que fica cerca de 7 minutos desse local.
Telefone 075-771-0365
Fax 075-771-6989
Website http://nanzenji.com/
Correio Electrónico info@nanzen.net
Taxa Até 15 anos / 300 ienes
15 as 18 anos / 400 ienes
Adulto / 500 ienes
Para pessoa com deficiência física e uma assistencia / grátis
[Para grupo] Até 15 anos / 250 ienes
15 as 18 anos / 350 ienes
Adulto / 400 ienes
Tempo útil Das 8:40 para 17:00

Heian-jingu

▲Heian-jingu ▲O ponte de Ninféia e de Cálamo

Heian-jingu tem um torii (portão de entrada) que é um dos maiores do Japão. Foi construído em 1895 para celebrar o 1100º aniversário do estabelecimento de Heian-kyo (o antigo nome de Quioto).


▲Shobi-kan ▲Heian-jingu

Código postal 606-8341
Endereço Tenno-cho 97, Okazaki nishi, Sakyo-ku, Kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Kyoto-kaikan bijutukan mae que fica cerca de 3 minutos desse local.
Se for de metrô descer na estação de Higashiyama que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de trêm pela Keihan Densha descer na estação de Sanjo que fica cerca de 15 minutos desse local, ou estação de Maruta-machi. Que fica cerca de 15 minutos desse local.

Telefone 075-761-0221
Fax 075-761-0225
Website http://www.heianjingu.or.jp/
Correio Electrónicoinfo@heianjingu.or.jp
Taxa Criança (Até 15 anos) / grátis
Adulto / grátis
Tempo útil De 8:30 para 17:30
Observação Estacionamento para 28 ônibus e 506 carros

Kiyomizu-dera

O Kiyomizu-dera é um templo (ou pagode) construído na encosta das montanhas, no distrito de Higashiyama, a leste de Kyoto, no Japão, ano de 780 d.C.
Está associado à seita Hosso uma das seitas mais antigas do Budismo Japonês.
Kiyomizu-dera foi construido pelo Xogun Sakanoue no tamuramaro em Período Heian.
Tem 30 predios principais, e foram reconstruido pelo Tokugawa Iemitu( o 3º Xogun de Período Edo).
Hondou( o edifcio principal ) é chamado ¨KIYOMIZU NO BUTAI¨. Tem uma expressão ¨pular do KIYOMIZU NO BUTAI ¨que usa quando vai fazer uma coisa muito importante.
A vista pelo Balcão é muito bonita, especialmente, na altura das cerejeiras em flor (primavera) e as folhas vermelhas do outuno.
Em 1994, foi classificado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

▲Niou-mon e Torre


▲Jishu-jinja ▲Kiyomizu-deraCódigo postal 605-0862
Endereço Kiyomizu 1, Higashiyama-ku, Kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Kiyomizu-michi que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de ônibus descer no ponto de Gojo-zaka que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de trêm pela Keihan Densha descer na estação de Gojo que fica cerca de 20 minutos desse local .
Telefone 075-551-1234
Fax 075-551-1287
Website http://www.kiyomizudera.or.jp/
Taxa Criança (Até 15 anos) / 200 ienes
Adulto / 300 ienes
Para pessoa com deficiência física e uma assistencia / grátis
Tempo útil De 6:00 para 18:00
Observação Não há estacionamento

O Templo de Prata – Ginkakuji

by Chihiro Udono; Akiko Gomi

O Ginkakuji, Templo do Pavilhão de Prata, fica ao pé do Monte Tsukimachiyama, situado na região leste de Kyoto. Embora este templo não seja muito conhecido entre os estrangeiros, no Japão, ele é tão famoso quanto o Kinkakuji (Templo do Pavilhão de Ouro), celebrizado no romance clássico de Yukio Mishima. Estes dois templos estão ligados por uma família de shoguns (chefe militar dos samurais), a família Ashikaga , que dominou a política do país no século XV. O Ginkakuji foi construído por Yoshimasa, neto do Shogun Yoshimitsu, que mandou construir o Kinkakuji. Estes dois templos refletem uma mesma filosofia budista: o ZEN. No começo, eles foram construídos
para serem casas de campo dos Shoguns Yoshimasa e Yoshimitsu. Mas, estes pediram em testamento para que suas casas se tornassem templos budistas após a sua morte.
O Ginkakuji é um símbolo da cultura de encontrar beleza nas coisas simples, como o Sado, o culto do chá, que tem continuidade até hoje. O Sado é conhecido por ser uma cultura artística da religião “ZEN”, mesmo assim, muitos japoneses não sabem que um dos pioneiros da cultura do chá no Japão foi o Shogun Yoshimasa. Ele saboreou o chá no Ginkakuji e criou um dos modelos originais da cerimônia do chá.


A construção do Ginkakuji começou no fim de século XV e levou 8 anos até ser completada. Mas Yoshimasa morreu um pouco antes de seu acabamento. O Ginkakuji recebe tantas visitas como o Kinkakuji, no entanto, há uma grande diferença entre os dois templos: o Kinkakuji foi construído em época de florescência para mostrar o poder e a riqueza do Shogun Yoshimitsu. Ao contrário, seu neto Yoshimasa viveu em época de instabilidade política. Ele não se interessava pelo mundo político e se dedicou às artes, deixando como legado o Ginkakuji. Estes dois templos refletem assim duas épocas de História japonesa, a época de ouro, da abundância, e a época de prata, da simplicidade.

Então, vamos entrar no templo.Até chegar ao portão interno, seguimos por um caminho ladeado de cercas vivas de camélias.Chegando ao jardim, vemos os 3 pavilhões principais dos quais chamamos atenção para o ‘’Togu-do’’ e o ‘’Ginkaku’’.

O pavilhão Togu-do era usado como sala de cerimônia do chá. Seu proprietário, Yoshimasa aí se reunia com seus amigos íntimos para tomar chá. A água usada para o chá era retirada do poço deste templo, que ainda hoje podemos ver no jardim. A qualidade da água não mudou desde aquela época e ainda é usada para preparar o chá.
Depois de percorrer o jardim, chegamos à beira do lago em frente ao Pavilhão Prateado ―Ginkaku. Contornando o lago e passando para o lado do Pavilhão, temos uma vista panorâmica de todo o jardim.
A beleza da paisagem do jardim está expressa num famoso poema ‘’Tanka’’ composto por Yoshimasa.
‘’ Minha casa ao pé do monte de Tsukimachi Esperando a noite de luar.’’

À noite, o templo e o lago iluminados pela lua inspiraram Yoshimasa. Mesmo hoje, contemplando o jardim, sentimos a atmosfera de serenidade daquela época.

Saindo do templo, podemos passear pelo caminho com muitos lojas de presentes, doces e salgadinhos tradicionais de Kyoto.
Os vendedores nos oferecem provas de todos eles e, assim, podemos conhecer o gosto de Kyoto.Vamos apresentar alguns doces e salgadinhos que aí encontramos.

 

  • Yatsuhashi—pastelzinho doce feito de arroz e recheado de massa de feijão doce com
    vários sabores
  • Matcha Soft—Um sorvete de chá verde típico de Kyoto
  • Nure Okaki— Um salgadinho de arroz torrado, molhado em molho de soja

Nos arredores do Ginkakuji, encontramos ainda algun rapazes condutores de ’’rikisha’’. (carrinhos de duas rodas puxados por uma pessoa). Se pegar um rikisha, poderá fazer um passeio guiado pelos arredores. É um pouco caro, mas bem interessante.

 

 

 

 

À saída do templo, se dobrarmos à esquerda, podemos caminhar pelo ‘’tetsugaku no michi’’(o caminho da filosofia).
Aqui muitos filósofos famosos caminhavam enquanto meditavam. A paisagem que vemos ao longo do caminho muda a cada estação do ano.

★Acesso para o Ginkakuji :

Pegue o ônibus número 5 ou 17 no terminal de ônibus da Estação JR de Kyoto. Desça na parada ‘’Ginkaku-ji-Michi’’ e ande mais ou menos 15 minutos até o templo.