Santunário Kifune

October 16, 2017

por  Kei Yamawki e Tomoki Matsuoka

O histórico do Santunário Kifune

O Santário Kifune é um santuário xintoísta que fica em um vale arborizado, nas montanhas do norte de cidade de Quioto, em Sakyo-ku. Apesar de se situar num local chamado “Kibune”, o nome deste santuário é pronounciado “Kifune”. Famoso em todo o Japão, muitas pessoas visitam este santuário todos os anos, o principal dos 450 santuários “Kifune” de todo o país.

 

貴船の川

Kadoko – restaurante em plataformas construídas sobre o rio

 

 

貴船

Hongu, o palácio principa

 

-Precinto do Santuário Kifune-

O santuário Kifune está dividido em três edifícios: Hongu, Yuinoyashiro e Okunomiya.Hongu é o palácio principal do santuário e foi reconstruído em 2007.

 

-Como ir-

A estação de comboio / trem mais próxima é Kifuneguchi. É preciso andar cerca de trinta minutos a partir desta estação.

A paragem de autocarro (o ponto de ônibus) mais próxima é Kifune, do autocarro / ônibus nº33. Fica a cerca de cinco minutos a pé do santuário.

 

-História-

O santuário tornou-se objeto do patronato imperial durante  o período Heian. Em 965, o imperador Murakami ordenou que mensageiros imperiais fossem envidados para relatar eventos importantes ao “kami” guardião do Japão. Na altura foram concedidas oferendas (denominadas “heikaku”) a 16 templos, incluindo o Santuário Kifune. De 1871 a 1947, este santuário foi designado oficialmente um dos “Kampei-chusha”, que significa que se tornou na segunda categoria de santuários apoiados pelo governo japonês. O Santuário Kifune também está associado ao “Ushi no toki mairi”, um ritual de maldição.

 

-Rumores do Santuário Kifune-

O deus do casamento do Santuário de Kifune é famoso, mas há rumores de uma história assustadora, onde uma maldição começa. É aqui que se pratica o “Ushi no toki mairi”, um ritual para amaldiçoar pessoas de que não se gosta.

 

 

Santuários Kitano Tenmangu, Fushimi Inari-Taisha e Jishu-Jinja

by Shota Furumoto, Shota Ueji, Torakichi Inoue

Kitano Tenman-gu
無題2新無題5

Construído no ano 947, Kitano Tenmangu é um santuário xintoísta, dedicado ao famoso poeta e político do Período Heian, Sugawara no Michizane. Em 986, Michizane foi santificado, tendo-lhe sido conferido o título de “Tenjin”.
Em Kitano Tenman-gu há muitas “ume”, as ameixeiras japonesas, que eram a árvore preferida de Sugawara no Michizane.

Todos os anos, no dia 25 de fevereiro, aqui se realiza o “Festival da Ameixeira em flor”, que coincide com a realização de um mercado. Milhares de pessoas vêm a este santuário, que é muito popular entre os estudantes, que aqui vêm pedir boa sorte nos seus estudos. Afinal, Sugawara no Michizane era um famoso académico.

ACESSO
Autocarro / Ônibus nº50, que sai da Estação de Quioto.
Endereço: 602-8386 Kyoto-shi, Kamigyo-ku, Bakuro-cho, Kitanotenmangushamusho
Telefone:075-461-0005
Horário:9.00a.m.-5.00p.m.

Fushimi Inari-Taisha
無題1無題

Fushimi Inari-Taisha é o santuário principal de Inari, no bairro de Fushimi-ku, em Quioto. A sua construção decorreu entre os anos 708 e 715. Inari era uma divindade muito popular entre os mercadores e comerciantes. Diz-se que há entre trinta e quarenta mil santuários dedicados a Inari Inari em todo o Japão, a sua maioria divididos por Fushimi-Inari Taisha.

Muito comuns nas redondezas dos Santuários de Inari, as raposas eram vistas como mensageiras. Diz-se que traziam na boca a chave dos celeiros de arroz. Por isso, Inari-shin é considerada a divindade da agricultura, com benefícios não só para a agricultura, mas também para o comércio, negócio, etc.

Palco de cenas de alguns filmes americanos, nos últimos anos, Fushimi Inari-Taisha tornou-se muito popular entre os turistas estrangeiros. Durante os dias da semana, há mais estrangeiros do que japoneses a visitar este Santuário.

ACESSO
Por comboio / trem, estação de Inari, da linha Nara do JR. Em alternativa, pode sair na Estação de Fushimi-inari da Linha Keihan.
Por autocarro / ônibus, sair em Fushimi-inari-taisha-mae.
Endereço: 68 Fukakusa, Yabunouchi-cho, Fushimi-ku, Kyoto
Telefone: 075-641-7331
Homepage: http://inari.jp/

Jishu-Jinja
無題4無題5

Quioto é um dos mais famosos lugares turísticos do mundo. Entre os seus inúmeros santuários encontra-se o Jishu-Jinja, situado no lado norte do Templo Kiyomizu-dera.

A divindade deste santuário é Okuninushi. Jishu-Jinja é famoso entre as senhoras mais jovens, pois diz-se que dá boa sorte para o casamento. Segundo a lenda, quem conseguir fazer um caminho de cerca de dezoito metros entre duas pedras, com os olhos fechados, o seu desejo amoroso será realizado.

Juntamente com o Templo Kiyomizu-dera, o Santuário Jishu-Jinja foi classificado como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, em 1994.

ACESSO

Tomar o autocarro/ônibus número 207 em Kawaramachi e sair em Jishu-Jinja (o bilhete custa 230 ienes).
Também pode tomar os autocarros/ônibus número 100 ou 206 na Estação de Quioto e sair em Gojo-zaka.
Telefone: 075-541-2097
Endereço: 1-317, Kiyomizu, Higashiyama-ku Kyoto-shi, Kyoto, 605-0862
Horário : 9:00-17:00

Santuários e Templos da Zona Leste

by Yuko Yamakawa; Ayaka Wakai

 

Aqui são apresentados alguns templos e santuários da zona Leste de Quioto.

 

新日吉神宮 / Imahie-Jingu
(Santuário)


Situa-se na zona nordeste de Quioto, que é considerada como uma área de azar, com a entrada e saída de demônios. Assim, este Santuário, com uma longa História, serve como segurança para a cidade de Quioto.

Endereço : 451-1 Maekawa-cho Miohoin, Higashiyama Shichi-jo Higashi-hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3769
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Grátis

 

蓮華王院 三十三間堂 / Rengeo-in Sanjusangen-do
(Templo)


Um templo sublime com 1.001 estátuas de Kuan Yin.

Endereço : 657 Mawari-cho, Sanjusangen-do, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-0467
Horário : Das 8h às 17h. Excepcionalmente, de 16 de novembro a março, é das 9h às 16h. A bilheteria está aberta até meia hora antes do encerramento do templo.
Ingresso Individual : Adultos – ¥600, Estudantes de 13 a 18 de idade – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

泉涌寺 / Sennyu-ji
(Templo)


Um templo silencioso que situa-se em baixo do monte Getsurin na serra Higashiyama.

Endereço : 27 Yamanouchi-cho, Sennyu-ji , Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-1551
Horário : Das 9h às 16h30. Excepcionalmente, de dezembro a fevereiro, é das 9h às 16h.
Ingresso Individual : ¥500, Com visita ao jardim – mais ¥300
Estacionamento : Grátis

 

瀧尾神社 / Tatsuo Jinja
(Santuário)


Um santuário protegido por um Dragão de escultura grande em madeira.

Endereço : 11-chome 718, Hon-machi, Higashiyama-ku
Telefone : 075-531-2551
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Grátis

 

智積院 / Chishaku-in
(Templo)


O centro de Chizan-ha, um grupo japonês do budismo shingon de Wakayama.

Endereço : 960, Higashikawara-cho, Higashi-oji-dori Shichi-jo Kudaru, Higashiyama-ku
Telefone : 075-541-5361
Horário : Das 9h às 16h
Ingresso Individual : ¥500
Estacionamento : Grátis

 

東福寺 / Tofuku-ji
(Templo)


Um sítio famoso pelo céu com as folhas vermelhas de outono.

Endereço : 15-chome-778, Hon-machi, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-0087
Horário : Das 9h às 16h. Excepcionalmente, em novembro, é das 8h30 às 16h30. A bilheteria está aberta até meia hora antes do encerramento do templo.
Ingresso Individual : Ponte e Templo Adultos – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Jardim Adultos – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

豊国神社 / Toyokuni Jinja
(Santuário)


Este suntuário foi criado em honra de Hideyoshi Taiko, conhecido também como Hideyoshi Toyotomi. Ele era um Daymyo do Período Sengoku, que unificou no Japão.

Endereço : 530 Chaya-machi, Yamato-oji Shomen, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3802
Horário : Livre Excepcionalmente, o museu está aberto das 9h às 17h. A bilheteria está aberta até meia hora antes de cada fechamento.
Ingresso Individual : Grátis, Com visita ao museu – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

法住寺 / Hoju-ji
(Templo)


Este templo foi criado para honrar as mortes dos samurais que protegeram o 77º imperador do Japão, Go-Shirakawa.

Endereço : 655 Mawari-cho, Sanjusangen-do, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-4137
Horário : Das 6h às 17h
Ingresso Individual: ¥300 com um panfleto
Estacionamento : Grátis

 

三嶋神社 / Mishima Jinja
(Santuário)


Este santuário é utilizado para receber a benção da gravidez e de um parto feliz. O mensageiro deste Deus é uma carpa.

Endereço : 3-Chome, Kamiuma-cho, Todai-ji-dori Higashi-hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-531-5012
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Só para um carro.

 

養源院 / Yogen-in
(Templo)


Onde repousam algumas personagens importantes, Nagamasa Azai, Hideyoshi Toyotomi e Hidetada Tokugawa, que viveram e lutaram no período Sengoku entre a metade do século XV e o início do século XVII.

Endereço : 451-1 Maekawa-cho Miohoin, Higashiyama Shichi-jo Higashi Hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3887
Horário : Das 9h às 16h Excepcionalmente, nos dias 21 de janeiro, de maio e de setembro, o templo está aberto das 13h às 15h.
Ingresso Individual : ¥500
Estacionamento : Grátis

Ujigami-Jinja

by Kiyomasa Taniguchi; Masatakta Sato; Mitsunobu Tokunaga

Santuário xintoísta de Ujigami (Ujigami-jinja)
O Santuário Xintoísta de Ujigami que construido na era Heian do Japão, sendo a mais antiga construção xintoísta no Japão, sendo também designado de tesouro nacional.

Aqui se pode ver o portão do templo xintoísta. No recinto, existe o Haiden (a ante-sala de um templo),
o Honden (o santuário principal de um templo), o Kirihara-Sui (a água de nascente) e Keyaki.

1.Haiden(a ante-sala de um templo)

Haiden é um tesouro nacional. Foi construido com Hinoki(um cipreste japonês parecido com cedro, de folha suave e boa madeira) da era de Kamakura(1185-1333) .O vistante fica fascinado com esta vista graciosa. Atrás do Haiden, fica o Honden.Antigamente as pessoas se sentavam aqui em contemplação.

2.Honden

O Honden é também um tesouro nacional.
O Honden foi construido com a madeira da era Heian (794-1185).
No Japão, é a mais antiga construção xintoísta. Em Hoden, há trés altares,onde se veneram Ujinowakiiratuko, o Imperador Ojin e o Imperador Jintoku.

Sobre Ujinowakiiratsuko
Ujinowakiiratsuko era o terceiro filho, mas era o favorito do Imperador Ojin.
Assim,este nomeou-o príncipe herdeiro.Após a morte do Imperador Ojin,começou a luta pelo trono.

Oyamamori-no-miko(meio-irmão de Ujinowakiiratsuko) iniciou a rebelião,
e Ujinowakatuko se refugiou numa casa de campo perto de Rio de Uji. Depois de renunciar à sucessão,Ujinowakiiratuko se suicidou.O nome da cidade de Uji(fica no sul de Kyoto) tem origem no nome de Uji-no-wakiiratuso,
porque ele morava numa casa de campo perto do Rio de Uji.

3.Kirihara-Sui (a água de nascente) e Keyaki(a altaneira).

Kirihara-sui é a água de nascente.

A altaneira tem 300 anos,com um altura de 27metros.

4.O templo xintoísta de Uji e o templo xintoísta de Ujigami

Aqui se pode ver o templo xintoísta de Uji. Aqui se situa a estátua de Ujinowakiiratuko.Este templo e o templo xintoísta de Ujigami foram construidospara proteger o famoso Byo-do-in antes da Reatauração do imperador Meiji.

5.Sawarabi-no-Michi (a viela de Sawarabi)

Sawarabi-no-Michi continuou o Templo xintoísta de Ujigami. Esta viela é muito tranquila,
e tem a mesma atmosfera de antigamente. As pessoas se divertem passeando.

6. A vista dos arredores

Nas arredores do templo xintoísta, todo o ano, nós podemos ver a vista linda. Principalmente,na primavera, a cerejeira que fica perto de Rio de Uji é muito linda, no outono,as árvores em frente ao portão do templo xintoísta avermelham-se lindamente. O templo xintoísta de Ujigami é um tesouro tradicional do Japão. A vista que tem atmosfera do era Heian deslumbra os turistas.Acesso para Templo Xintoísta de Ujigami(Ujigamijinja)
Descer na Estação de Keihan Uji e depois 6 minutos a pé.
telefone:0774214634
admissão: grátis

Sugestões de Visitas em Quioto

by Sachiko Okubo; Eri Sakuma; Kota Tsujimoto

Em baixo poderão consultar um plano de visita a Quioto. Todos os templos aqui apresentados têm uma longa e interessante história. Se tiverem oportunidade de visitar o Japão, poderão usar este plano…

Meios de transporte☆

Destino

Nome da parada de ônibus

Número do ônibus

Estação de Quioto

Kyotoeki-mae

京都駅前

Pega o ônibus 9, 5 ou 101 para ir a Nijo-jo.

Nijo-jo

Nijojo-mae

二条城前

Pega o ônibus 12 ou 101 para ir a Kinkaku-ji.

Kinkaku-ji

Kinkakuji-michi

金閣寺道

Pega o ônibus 102 ou 204 para ir a Ginkaku-ji.

Ginkaku-ji

Ginkakuji-michi

銀閣寺道

Pega o ônibus 5 para ir a Nanzen-ji.

Nanzen-ji

Nanzenji, Eikando-michi

南禅寺・永観堂道

Pego o ônibus 5 para ir a Heian-jingu.

Heian-jingu

Kyoto Kaikan Bijutsukan-mae

京都会館美術館前

Pega o ônibus 100 para ir a Kiyomizu-dera.

Kiyomizu-dera

Kiyomizu-michi

清水道

Pega o ônibus 100 ou 206 para voltar a estação de Quioto

Estação de Quioto

Kyotoeki-mae

京都駅前

 

Em primeiro lugar, é aconselhável a compra de um bilhete diário, para todos os ônibus da cidade de Quioto. Poderão comprar este bilhete no próprio ônibus ou no Centro de Informação, na Estação de Quioto.
O preço é 500 ienes para adultos e 250 ienes para crianças dos 6 aos 12 anos.
Contacto:
http://www.city.kyoto.lg.jp/kotsu/page/0000033700.html
Mapa dos ônibus de Quioto:
http://www.city.kyoto.lg.jp/kotsu/cmsfiles/contents/0000019/19770/bus_navi_en.pdf770/bus_navi_en.pdf

Nijo-jo

O Castelo de Nijo foi construido por ordem de Ieyasu Tokugawa, em 1603. Iemitsu, o terceiro shógun Tokugawa, deslocou partes do Castelo de Fushimi para o edifício do Castelo Nijo, em 1625/26. As dimensões de Nijo são 400 metros (este-oeste) por 500 metros (norte-sul) e encontra-se rodeado por uma muralha que servia para guardar o Palácio Imperial de Quioto e alojar o shógun, quando este se encontrava em Quioto. Yoshinobu Tokugawa publicou aqui “A Restauração da Regra Imperial”, durante os tumultuosos anos da Restauração Meiji. O edifício Ninomaru-Goten, que se encontra dentro deste castelo, é considerado Tesouro Nacional pelo Governo do Japão. Encontra-se também registrado como Patrimônio Mundial pela UNESCO.
▲Nijo-jo

▲O Jardim de Ninomaru ▲Ninomaru-Goten
Código postal 604-8301
Endereço Nijojomachi 541, nijo-dori horikawa nishi, nakagyo-ku, kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Nijojo-mae que fica cerca de 5 minutos desse local.
Se for de ônibus descer no ponto de Horikawa-oike que fica cerca de 5 minutos desse local.
Se for de JR descer no ponto de Nijo que fica cerca de 15 minutos desse local.
Se for de mêtro descer no ponto de Nijojo-mae que fica cerca desse local.
Telefone 075-841-0096
Fax 075-802-6181
Website http://www.city.kyoto.jp/bunshi/nijojo/
Taxa Até 12 anos / 200 ienes
13 as 18 anos / 350 ienes
Adulto / 600 ienes
Para pessoa com deficiência física e uma assistencia / grátis[Para grupo] Até 12 anos / 200 ienes
13 as 18 anos / 350 ienes
Adulto / 500 ienes
Tempo útil De 8:45 Para 17:00
Observação Estacionamento para 30 ônibus e 210 carros

Kinkaku-ji

Yoshimitsu Achikaga, terceiro shógun do Governo Muromachi, construiu o Templo Dourado como refúgio de montanha. O nome formal do Templo era Rokuon.

O edifício tem três andares, e a sua construção é típica da Cultura de Kitayama.
Existe um Fenghuang em cima de telhado.
O templo ardeu com um incêndio em 1950, mas foi reconstruído em 1955.
O jardim do Kinkakuji é um dos mais belos de todo o Período Muromachi.
Foi registrado como Patrimônio Mundial da Humanidade, em 1994.

▲Kinkaku-ji

Código postal 603-8361
Endereço Kinkakuji-cho 1, kitaku, kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de kinkakuji-michi que fica cerca de 5 minutos desse local
Se for de ônibus descer no ponto de kinkakuji-mae que fica cerca de 1 minutos desse local
Telefone 075-461-0013
Website http://www.shokoku-ji.or.jp/kinkakuji/
Taxa Criança (Até 15 anos) / 300 ienes
Adulto / 400 ienes
Para pessoa com deficiencia física / 300 ienes
Tempo útil De 9:00 para 17:00
Observação Estacionamento para 50 ônibus

Ginkaku-ji

▲Ginkaku-ji
Ginkakuji foi construído como casa de verão de Ashikaga Yoshimasa, o oitavo General do Shogunato Muromachi. O seu nome formal é Jishou-ji.
Ginkaku é um edifício de dois andares e a sua construção representada a cultura de Higashiyama.
Ao contrário do que o nome possa indicar, a sua cobertura não são folhas de prata mas sim laca pintada.
Foi registrado na lista de Patrimônio Mundial da Humanidade em 1994.

 

 

 

 

 

 

▲Tougu-dou
Código postal 606-8402
Endereço Ginkakuji-cho 2, Sakyo-ku, Kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Ginkakuji-michi que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de ônibus descer no ponto de Ginkakuji-mae que fica cerca de 5 minutos desse local.
Telefone 075-771-5725
Fax 075-771-5439
Website http://www.shokoku-ji.or.jp/ginkakuji/index.html
Taxa Criança (Até 15 anos) / 300 ienes
Adulto / 500 ienes
Para pessoa com deficiência física / 100 ienes
ajudante / 100 ienes
Tempo útil De 8:30 para 17:00
Observação Não há estacionamento

Nanzen-ji

Nanzen-ji é um templo budista construído no Período Heian pelo Imperador Kameyama no início do Período Edo e tem um dos jardins de pedra mais conhecidos do Japão, “Karesansui”.

▲Nanzen-ji ▲Aqueduto da Água de Prata
Código postal 606-8435
Endereço Nanzen-ji Fukuti-cho, Sakyo-ku, Kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Nanzen-ji, Eikandou-michi que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de metrô descer na estação de Keague que fica cerca de 7 minutos desse local.
Telefone 075-771-0365
Fax 075-771-6989
Website http://nanzenji.com/
Correio Electrónico info@nanzen.net
Taxa Até 15 anos / 300 ienes
15 as 18 anos / 400 ienes
Adulto / 500 ienes
Para pessoa com deficiência física e uma assistencia / grátis
[Para grupo] Até 15 anos / 250 ienes
15 as 18 anos / 350 ienes
Adulto / 400 ienes
Tempo útil Das 8:40 para 17:00

Heian-jingu

▲Heian-jingu ▲O ponte de Ninféia e de Cálamo

Heian-jingu tem um torii (portão de entrada) que é um dos maiores do Japão. Foi construído em 1895 para celebrar o 1100º aniversário do estabelecimento de Heian-kyo (o antigo nome de Quioto).


▲Shobi-kan ▲Heian-jingu

Código postal 606-8341
Endereço Tenno-cho 97, Okazaki nishi, Sakyo-ku, Kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Kyoto-kaikan bijutukan mae que fica cerca de 3 minutos desse local.
Se for de metrô descer na estação de Higashiyama que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de trêm pela Keihan Densha descer na estação de Sanjo que fica cerca de 15 minutos desse local, ou estação de Maruta-machi. Que fica cerca de 15 minutos desse local.

Telefone 075-761-0221
Fax 075-761-0225
Website http://www.heianjingu.or.jp/
Correio Electrónicoinfo@heianjingu.or.jp
Taxa Criança (Até 15 anos) / grátis
Adulto / grátis
Tempo útil De 8:30 para 17:30
Observação Estacionamento para 28 ônibus e 506 carros

Kiyomizu-dera

O Kiyomizu-dera é um templo (ou pagode) construído na encosta das montanhas, no distrito de Higashiyama, a leste de Kyoto, no Japão, ano de 780 d.C.
Está associado à seita Hosso uma das seitas mais antigas do Budismo Japonês.
Kiyomizu-dera foi construido pelo Xogun Sakanoue no tamuramaro em Período Heian.
Tem 30 predios principais, e foram reconstruido pelo Tokugawa Iemitu( o 3º Xogun de Período Edo).
Hondou( o edifcio principal ) é chamado ¨KIYOMIZU NO BUTAI¨. Tem uma expressão ¨pular do KIYOMIZU NO BUTAI ¨que usa quando vai fazer uma coisa muito importante.
A vista pelo Balcão é muito bonita, especialmente, na altura das cerejeiras em flor (primavera) e as folhas vermelhas do outuno.
Em 1994, foi classificado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

▲Niou-mon e Torre


▲Jishu-jinja ▲Kiyomizu-deraCódigo postal 605-0862
Endereço Kiyomizu 1, Higashiyama-ku, Kyoto-shi
Acesso Se for de ônibus descer no ponto de Kiyomizu-michi que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de ônibus descer no ponto de Gojo-zaka que fica cerca de 10 minutos desse local.
Se for de trêm pela Keihan Densha descer na estação de Gojo que fica cerca de 20 minutos desse local .
Telefone 075-551-1234
Fax 075-551-1287
Website http://www.kiyomizudera.or.jp/
Taxa Criança (Até 15 anos) / 200 ienes
Adulto / 300 ienes
Para pessoa com deficiência física e uma assistencia / grátis
Tempo útil De 6:00 para 18:00
Observação Não há estacionamento

Kamigamo

by Tomomi Serizawa

O santuário xintoísta Kamigamo pertence ao Grande Santuário Kamo, que é constituido por dois templos (Kamigamo e Shimogamo). Ambos se situam perto do rio Kamogawa: Kamigamo-Jinja fica a Norte e Shimogamo-Jinja a Sul.

O nome formal do Templo Kamigamo é “Kamo-Wake-Ikazuchi-Jinja”. “Ikazuchi” significa “trovão”, pois Kamigamo-Jinja, o deus do trovão, é o patrono deste templo.

No ano 678 d.C., o Imperador Tenmu construiu este templo, para servir de lugar de contemplação à montanha onde, reza a lenda, um dia o deus do trovão desceu.

Desde que foi construído em 678 d.C., este santuário foi reconstruído várias vezes. A sua forma atual deve-se ao Imperador Komei, que deu ordem para edificar o presente edifício em 1863.

Endereço: Kyoto-shi Kita-ku Motoyama 339
Telefone: 075-781-0011

Horário: 9:00~20:30
Entrada: grátis (500 ienes para visita guiada)

ACESSO

Ponto de ônibus: Kamigamo-Jinja-Mae
Número de ônibus (Shi-bus): 4,46, 67
Número de ônibus (Kyoto-bus): 32, 34, 35, 36, 38, 39




O Santuário Xintoísta de Shimogamo

by Kozue Kaida

O seu nome verdadeiro é “O Santuário Xintoísta de Kamomioya”. Este santuário chama-se “Kamo-sha” por juntar com o Santuário Xintoísta de Kamigamo.
A história deste santuário é muito antiga, por isso, não se sabe ao certo quando foi construído. Desde o século V, a família Kamo aparecia como uma família poderosa e dominante. Este santuário deifica os espíritos ancestrais da família Kamo e celebra os deuses do xintoísmo.
Estes deuses são “Kamotaketsunumi-no-Mikoto” (o deus da paz mundial, dos cereais abundantes, do talismã, etc.) e “Tamayorihime-no-Mikoto” (a defensora feminina e a deusa de fertilidade, etc.).

<A Floresta de Tadasu>

Esta floresta, situada no interior do santuário, já aparece em obras clássicas da literatura japonesa “Genji-Monogatari” e “Makurano-Soshi”. De acordo com a lenda, Kamotaketsunumi-no-mikoto ouvia os pedidos de pessoas na floresta e julgava corretamente ou erradamente.

<Ro-mon e Mai-dono>


Passado o acesso ao santuário na Floresta de Tadasu, encontra-se um grande portal. Ao fundo, podemos apreciar “Ro-mon”, considerado uma importante herança cultural.
“Mai-dono”, o mais destacado dos palácios deste templo, é utilizado no Festival Aoi (Kamo-Sai)

<O Rio Mitarashi e a Ponte Sori>

No dia de canícula, realiza-se uma cerimônia em que as pessoas molham as suas pernas no rio e fazem preces para prevenir as pestes e as doenças. Ao lado desta ponte, existe uma famosa ameixeira chamada “Flor da Ameixeira de Korin”.

Perto do santuário, existe uma loja de doces, onde se pode comprar “Mitarashi-Dango”, um doce típico japonês, com a sua origem neste local. Este doce exprime as espumas das águas do fundo da lagoa. Esta loja chama-se “Kamo-Mitarashi Chaya”.

<O Festival Aoi>

Como uma festa representativa, todos os anos, em 15 de Maio, realiza o “Festival Aoi (Kamo-Sai)” com o Santuário Xintoísta de Kamigamo. Pensa-se que esta festa teve início no ano 545. No Período Heian, este festival já era famoso, mantendo-se ainda hoje como uma das celebrações mais conhecidas de todo o Japão.

<Acesso ao Santuário Xintoísta de Shimogamo>

Pegue o ônibus número 205 no terminal de ônibus da Estação JR de Quioto. Desça na parada “Shimogamo-jinja-mae”.

Santuário Fushimi Inari

by Tomoe Tsukada; Kanako Takahashi; Nami Yamada

1 O que é Nô?

Eu estou aprendendo o teatro nô no clube da universidade e gostaria de apresentar alguns lugares famosos de Quioto que têm relação com esse teatro. O que é o Nô?
É um musical tradicional do Japão. Tomou a forma presente entre os séculos XV e XVI. Até hoje, esta forma não mudou quase nada. A dança, a canção, as roupas, as máscaras são iguais às de 500 anos atrás.

2 O Nô e o santuário Fushimi inari

Existe uma peça de Nô que tem relação com o santuário xintoísta Fushimi Inari, um dos maiores e mais famosos de Quioto. O titulo da peça é Kokaji, a história de um ferreiro, fabricante de espada, chamado Munechika. Esse personagem existiu realmente no século Ⅹ.
Um dia, Munechika recebeu a visita de um enviado imperial com uma ordem do imperador para que fabricasse uma espada de alta qualidade e beleza. Mas para malhar o ferro, precisava de mais uma pessoa com experiencia igual à dele. No entanto, ele não tinha nenhum discípulo e, sem saber o que fazer, resolveu visitor o santuário Fushimi Inari para pedir aos deuses a sua ajuda.
No meio do caminho, ele encontrou um menino que, na verdade , era o deus Inari disfarçado. Este menino encorajou-o e prometeu–lhe ajuda. Ele disse: “Depois de voltar à sua casa, faça um estrado e me espere. Munechika voltou então para casa e fez o estrado para malhar o ferro. Assim que ele começou a rezar apareceu o deus Inari e malhou o ferro junto com Munechika. Por último, Munechika inscreveu seu nome na espada e , ao lado, o deus gravou a inscrição “Kogitsune”, que significa “raposa pequena”. Assim se fabricou a espada de alta qualidade. Depois de terminado o trabalho, o deus Inari montou em uma nuvem e desapareceu na montanha de Inari.

Os deuses de Inari em Nô

3 O santuário Fushimi inari

Este santuário presta culto ao deus do arroz, desde antigamente o alimento mais importante para os japoneses . Há uma lenda sobre nascimento deste santuário: Um dia um homen chamado Hatano Kimiirogo atirou uma flecha para um alvo feito de bolo de arroz, “mochi” . Este mochi , ao ser atingido pela flecha, transformou–se num pássaro branco e voou para longe. No lugar onde o passaro pousou, nasceu um pé de arroz. Aí, Hatano kimirogo construiu o santuário de Inari. Por isso,o nome da santuário, Inari significa “ nasce um pé de arroz”.  Não se sabe ao certo, mas estima–se que tenha sido construído por volta do ano no 711. O que chama a atenção quando entramos é a quantidade de estátuas de raposas. A raposa é considerada um mensageiro do deus do arroz porque este animal caça os ratos que comem os grãos de arroz.




Uma outra peculiaridade do santuário que encanta os turistas é a fileira de portais (torii) pintados de vermelho ao longo das escadarias. Existem cerca de 10000 torii. Isto também tem uma razão: o deus do arroz, Inari, era originalmente reverado pelos agricultores. No entanto, com o passar do tempo, esse deus se multiplicou passando a ser reverado também por comerciantes e pessoas de outras ocupações. Os portais dos santuário foram oferecidos por pessoas que tiveram seu pedidos realizados pelo deus Inari.

☆Acesso ao santuário Fushimi Inari
Pegue o trem de linha de Nara na Estação de Kyoto e desça na estação de Inari.

Santuário Xintoísta Yasaka

by Chihiro Udono; Akiko Gomi

Na zona leste de Kyoto, podemos encontrar o santuário xintoísta Yasaka. É conhecido pelo apelido de “Gion-san”, pois fica em Gion, bairro das gueixas. Ao visitar Kyoto, não podemos deixar de visitar Yasaka porque nos arredores deste santuário, há muitos lugares onde sentimos a atmosfera de Kyoto.

Neste santuário, deuses do xintoísmo são celebrados. Dizem que o deus principal daqui, “Susanô no mikoto”, é o protetor da agricultura e da saúde. Além disso, ele traz a paz ao país, sucesso nos estudos, laços de amor e prosperidade no comércio.

A religião xintoísta está bem arraigada entre os japoneses. Vou apresentar alguns costumes xintoísmos que encontramos neste santuário.

Esta família veio para o“miyamairi”,
um costume japonês de visita o santuário da sua terra natal. Quando chega o 31º dia do nascimento do filho e 33ºdia do nascimento da filha, visita-se o santuário para mostrar o bebê ao deus da sua terra natal. Quase todos os japoneses fazem esta visita. Bem parecido com o batizado, mas a diferença é que o “miyamairi”não pressupõe que a criança seja fiel à religião durante a sua vida.
E este é o casamento à moda xintoísta. Às vezes podemos ver o casamento celebrado desta maneira. Aqui no Yasaka, a mulher do deus Susanô também é celebrada. Portanto, muitos casais se casam aqui.

Como o“Susanô” é o deus da saúde, originalmente, este santuário foi construído para exterminar a epidemia da peste. A sua festa é muito famosa no Japão. Chama-se“Gion matsuri”( Festival de Guion). Começa em 1 de julho e acaba no dia 31. Esta festa é para tranquilizar os espíritos das trevas. Outro festival é o “Okera Matsuri”no fim e no começo do ano também para desejar boa saúde.

Essas festas existem há mais de 1100 anos. Os deuses de Yasaka tem protegido a nossa saúde por muito tempo.
Se for ao santuário Yasaka, poderá aproveitar para esticar o passeio. A leste, encontrará o Parque de Maruyama, famoso na primavera pela bela e imponente cerejeira. Ao sul, há o templo de Kiyomizu, também recomendado para visita.

Acesso para YASAKA: descer na“Estação de Hankyu Kawaramachi”e andar cerca de 10 minutos na direção leste.
*Se for da Estção JR Kyoto, pegar o ônibus número 206. Descer no ponto de “Gion”. Leva mais ou menos 20 minutos.