Templo Kiyomizu

November 2, 2014

By Ken Itagaki, Shota Yamashita, Takeshi Kyouda

IMG_1468

O Templo Kiyomizu (em japonês Kiyomizu-dera, que significa “Templo da água pura”) é, provavelmente, o ponto turístico mais famoso em Quioto. É um templo com muita história, pois foi fundado em 794, e fica perto do centro de Quioto. É a maior estrutura de madeira em que não foi usada um único prego.

Sendo um dos principais pontos turísticos em Quioto, O Templo Kiyomizu é visitado por muitos turistas durante o ano todo e também muitos estudantes, em visitas de estudo organizadas por escolas de todo o Japão.

IMG_0073IMG_3508

Parte do património cultural do Japão, o Templo Kiyomizu foi classificado pela UNESCO como um Património Mundial da Humanidade, em 1994.

Este templo aparece em muitas das mais famosas obras da literatura japonesa, como por exemplo “O Conto de Genji” (“Genji Monogatari”), “Notas de Cabeceira” (“Makura no Soshi”), “Diário de Sarashina” (“Sarashina Nikki”), entre outras.

Em todos os anos, há a tradição de se escolher um “kanji” (caracter gráfico que normalmente representa uma ideia) no Japão. O anúncio do “kanji” de 2014 decorreu no Templo Kiyomizu.

A maioria dos edifícios que compunham o Kiyozumi foram destruídos por incêndios ou terremotos. Os edifícios atuais foram construídos por ordem de Iemitsu Tokugawa, em 1633, e estão atualmente classificados como património cultural do Japão.

IMG_8160IMG_6741

ACESSO

1. Tomar o autocarro / ônibus nº206 na Estação de Quioto e sair na paragem de autocarros / ponto de ônibus “Gojozaka”.

2. Se preferir tomar o autocarro / ônibus nº207 em Shijo-Kawaramachi, sair na paragem de autocarros / ponto de ônibus “Kiyomizu-michi”.

HORÁRIO

Todos os dias, das 6 da manhã até as 6 da tarde. O ingresso custa 200 ienes para estudantes (dos 6 aos 15 anos) e 300 ienes para maiores de 16 anos.

El templo de SANJYUSANGEN-DO

20140406004844dbc

¡Hola! ¿Qué tal todos? Somos Atsuhiro y Haruka.

En Kioto hay muchos templos.

Os recomendamos que vayáis al “Templo de Sanjyusangen-do”.

En primer lugar, “Sanjyusangen-do”es el nombre común y “Rengeouin” es el nombre formal.

Bueno, vamos a ver sobre la historia un poco.

En el pasado,había un ex-emperador y sufría de dolor de cabeza por muchos años.

Se dijo que en su vida anterior fue un monje llamado “Rengo-do” y que el dolor provenía de una maldición.

Así pues,el templo se construyó para aliviarlo.

Por lo tanto lo llaman “El templo que puede aliviar el dolor de cabeza.”

El nombre formal vino del nombre de este monje.

En 1165 el templo fue construido por Kiyomori Tairano.

En aquella época, fue un templo a gran escala, también con una pagoda de cinco pisos, pero fue destruido por un incendio y en 1266 se reconstruyó sólo la sala principal.

Y,entonces, el lado exterior de la sala principal fue barnizado con laca bermeja y su lado interior estaba también barnizado con varios colores.

Y luego ha tenido grandes reparaciones cuatro veces y así se ha consevado durante setecientos cincuenta años.

Sanjyusangen-do tiene mil y una estatuas de Senjyukannon y una escultura de figura sentada de Senjyukannon.

Senjyukannon es el que tiene mil brazos.

Se dice que los brazos tienen los ojos de cada uno.

Mil brazos y ojos expresan el corazón de la misericordia inmensa que intenta socorrer totalmente a cualquier persona.

Senjyukannon tiene once caras en una cara,cuarenta brazos y dos brazos con las manos juntas para rezar.

Un brazo socorre a veinticinco universos.

Cuarenta brazos × veinticinco universos equivalen a 1000 brazos.

Mil uno (1001) de estos Senjyukannon están de pie mirando hacia arriba,

para que se pueda ver y venerar cada una de estas estatuas con facilidad.

La escultura de la figura sentaba de Senjyukannon está en el centro.

En cada grada hay cincuenta estatuas de Senjyukannon y existen diez gradas en total, y el mismo número en el otro lado.

En total las estatuas de Senjyukannon suman mil y una estatuas.

Hay un dicho antiguo que entre las mil estatuas de Buda, podrás encontrar la cara de la persona que deseas ver.

Nosotros, sin embargo, no pudimos encontrarla.

Por eso ¡BUSCADLA VOSOTROS!

Entonces, vamos a enseñaros la información sobre dirrección…etc.

Dirrección

657,Sanjyusangen-do mawari,Higashiyamaku,Kyoto-shi,Kyoto-fu,Japón

〒605-0941 tel 075-561-0467

Horario

Abierto desde las 8 de la mañana hasta las 5 de la tarde,todo el año.

Se puede entrar hasta antes de 30 minutos del tiempo de cierre.

Precio

Adultos 600 yenes (más o menos 5 euros)

Estudiantes del bachillerato y alumnos de la escuela secundaria 400 yenes  (más o menos 3 euros)

Niño 300 yenes (más o menos 2 euros)

La ruta desde la estación de kioto por el autobús.

Se utiliza el autobús ciudadano, el número 100,206,208. Se tarda unos 10 minutos.

En la parada “Hakubutukan,Sanjyusangen-do mae” aquí se baja.

La ruta desde la estación de Gion-shijyo en la línea Keihan por el tren.

Va allí desde la estación “Gion-shijyo” que está en la línea Keihan.

Se toma el tren que va a “Yodoyabashi” y se baja en “Shichijyo”. Se tarda unos 3 minutos.

Y después anda un poco casi unos7 minutos, ya llegará.

Hemos terminado de nuestro trabajo de presentación sobre Sanjyusangen-do.

¿Qué pensáis?

Si estáis cansados después de ir allí, hay una buena tetería,como cafetería,muy cerca.

Hay dulces como “Mitarashi-dango” o helados, té…se puede comer dulce japonés y descansar.

Mitarashidanngohttp://erisekiya.cocolog-nifty.com/kyototokyo/2012/09/post-1c5c.html

Kurama-dera

by Madoka Kotani; Misaki Tada; Yasuyuki Ouchi

 

O que é o Kurama-dera?

O Kurama-dera é um templo localizado na montanha ¨Kurama¨ em Quioto. Há muitas montanhas em Quioto, e esta fica no norte da cidade e a sua beleza é bem conhecida há muito tempo. Mas desde o ano de 770, esta montanha se tornou a familiar para os japoneses como uma montanha sagrada.

No ano de 770, este templo de budista foi construído na montanha pelo monge Gantei, que era o Grande Sacerdote de Ganjin. Ele ofereceu um ídolo budista chamado ¨Bishamon¨, que está no fundo de uma sala do templo. Em outros templos no Japão, as coisas mais importantes devem ser guardadas no fundo da sala.

Gantei decidiu edificar este templo porque, uma noite, ele viu um diabo no seu sono e este disse-lhe que existia uma montanha sagrada a norte de Yamashiro (o nome de uma região antiga no Japão). Quando Gantei caminhou para esta montanha, uma ogre feminina atacou-o e ele ficou muito ferido, quase a morrer. Felizmente, conta a lenda que um Deus japonês, ¨Bishamon¨, o salvou. Então ele decidiu criar um templo para adorar esse Deus nesse lugar da montanha que agora se chama Kurama.

Mais tarde, no ano de 796, havia um construtor cujo nome era Isehito Fujiwara. Ele era o chefe dos construtores de um outro templo, que se chama¨Toji¨. Ele sonhava construir um templo em honra de ¨Kannon¨. Quando viu um sonho em que Kannon aparecia na montanha Kurama, ele foi lá para confirmar se o seu sonho era verdade. Quando lá chegou não encontrou “Kannon”. Porém, em outro sonho, ouviu um Deus com figura de criança a dizer: ¨Na verdade, ¨Kannon¨ e ¨Bishamon¨ são o mesmo deus, apenas com nomes diferentes.¨ Isehito acreditou nestas palavras e colocou o ídolo de ¨Sente Kannon¨, criado novamente junto de ¨Bishamon¨.

O templo Kurama-dera aparece em muitas obras literárias japonesas. No livro de ¨Makurano-soushi¨, que é um dos mais famosos do Japão, o caminho de ¨Tsuzuraori¨ é desenhado por Seisho Nagon.

 

  

 

  

 

Eventos anuais

 

・Takekiri Eshiki     20 de junho

É uma cerimónia de corte de bambu, baseada numa lenda sobre o monge Buen. Esta cerimónia realiza-se para rezar por uma colheita abundante.

Quatro estacas de bambu são colocadas no santuário principal e dois bambus com raiz simbolizam a cobra fêmea e outros bambus sem a raiz a cobra de macho. Os quatro bonzos dividem-se em dois grupos, que representam os lados  leste e oeste do Monte Kuruma. Após o sinal, as equipas correm para cortar os bambus com golpes de espada em 8 pedaços e a vitória ou a derrota depende desta rapidez. A área da equipa vencedora terá uma colheita abundante nesse ano.

 

・Kurama no Hi-Matsuri     22 de outubro

Este festival decorre no Santuário Yuki-jinja. Às seis da tarde, pessoas carregam tochas de fogo e anunciam a chegada do festival com cântigos de “Saireya-Sairyo”. A parada dura toda a noite. Toda a zona de Kurama fica embrulhada pelo fogo, no que é conhecido como um dos três festivais mais excêntricos de Quioto.

  

 

Informação

・Endereço: 1074 Kurama-Honmachi Sakyo-ku Kyoto-shi

Da estação de Kyoto:  Tome o autocarro / ônibus municipal número 4 ou 17.

Na paragem de ¨Demachiyanagi eki mae¨(Frente da Estação Demachiyanagui), saia do autocarro / ônibus e tome o comboio / trem de Eisan até a Estação de ¨Kurama¨. Depois tem de andar 5 minutos a pé.

・Telefone: 075-741-2003

・Horário: 9:00 – 16:30

・Entrada:  Adultos – 200 ienes

Crianças (até alunos da escola secundária)  – gratuito

 

Ryoanji

by Masataka Sato


Ryouanji é o templo de Rinzai e foi fundado por HOSOKAWA KATSUMOTO, um famoso militar. O terreno inicial era maior do que o atual, mas foi reduzido devido a vários incêndios. Ryoanji foi classificado pela UNESCO como patrimônio mundial da humanidade.

O Hojo é conhecido como “o jardim rochoso de Ryoanji”. A sua largura é 22 metros e profundidade é 10 metros. As suas areias brancas são forradas e contêm15 pedras. Este jardim representa o jardim de pedra (KARESANSUI) e compara as areias com a corrente da água. Existem 15 pedras, mas o visitante só consegue encontrar 14. No oriente o número 15 significa a perfeição, porque a lua da noite de 15º é uma lua cheia. Por isso, este 14 significa a “imperfeição”. E também pelo conceito do Japão de que o que “colapso começa quando qualquer coisa começou”.

Tsukubai é um pequeno tanque de pedra com água para lavar as mãos e a boca antes de beber CHÁ. 4 kanjis são escritos nesta pedra e a frase significa “Eu estou satisfeito com a vida presente”. Portanto, se não conseguir identificar as 15 pedras, não seja ganancioso e viva a sua vida em que sempre posso sentir satisfeito “agora”.
KYOYOCHI(oshidoriike) o lago do pato de mandarim

Há um grande lago no lado sul do templo.O jardim ao lado do lago era mais famoso que o jardim HOJO, porque era um lugar onde os patos de mandarim juntam.

Telefone : 075-463-2216

Entrada : adulto 500 ienes; criança 300 ienes

Acesso : Descer na Estação de Ritsumeikandaigaku-mae(número50 de outocarro cidadão) e depois 7 minutos a pé.

Templo de Jisha

by Koshi Soeta; Kanako Yoshida

O Templo de Jisha fica em Higashiyama, na Prefeitura de Quioto.

Até ao Período Edo, o templo foi uma divindade local do Templo de Kiyomizu. No templo, ’’Okunishu’’ (um personagem da mitologia japonesa) é muito popular como deus do matrimônio para os casais e os jovens.

A sua fundação remonta ‘‘Período Kamiyo’’ (660 a.C.), ou seja o Templo de Jisha se é anterior à prórpia fundação do Japão!

O pavilhão do santuário foi completamente reconstruído pelo General Iemitsu Tokugawa em 1663. O portão principal é indicado como propriedade cultural importante do Japão e, em 1994, foi registrado como Patrimônio Cultural, integrado como uma pate do Templo Kiyomizu.

O precinto tem árvores de cereja de lugar famoso que chama “flor da cereja de Jisha”.
No primeiro domingo de cada mês, às 2 horas da tarde, ocorre a festa de Jisha Enmusubi.

No recinto do Templo existem algumas pedras pequenas. Não se sabe quando começou esta tradição, mas são consideradas pedras da fortuna para o bom amor. Diz-se que quem conseguir andar de olhos fechados desde a primeira até a última pedra,terá sorte no amor.

Desde que foi registrado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, tem recebido muitos turistas.

Quando vierem a Quioto, visitem o Templo de Jisha!

PREÇO e HORÁRIO

O Templo geralmente está aberto das 9 horas da manhã até às 5 horas da tarde.
O ingresso para entrar neste Templo custa 300 ienes para adultos e 200 ienes para estudantes do ensino de primeiro grau e de segundo grau.

ACESSO

Duas alternativas:
1.Tomar ônibus nº 206 ou 100 da Estação de Quioto, sair em Gozyozaka ou Kiyomizunomichi, caminhar 10 minutos a pé , passando Kiyomizu no Butai, virar esquerda.
2.Tomar taxi da Estação de Quioto Hachijoguchi. Demora cerca de 15 minutos.

ENDEREÇO

Higashiyama-ku Kiyomizu 1 – 317
Quioto

Santuários e Templos da Zona Leste

by Yuko Yamakawa; Ayaka Wakai

 

Aqui são apresentados alguns templos e santuários da zona Leste de Quioto.

 

新日吉神宮 / Imahie-Jingu
(Santuário)


Situa-se na zona nordeste de Quioto, que é considerada como uma área de azar, com a entrada e saída de demônios. Assim, este Santuário, com uma longa História, serve como segurança para a cidade de Quioto.

Endereço : 451-1 Maekawa-cho Miohoin, Higashiyama Shichi-jo Higashi-hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3769
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Grátis

 

蓮華王院 三十三間堂 / Rengeo-in Sanjusangen-do
(Templo)


Um templo sublime com 1.001 estátuas de Kuan Yin.

Endereço : 657 Mawari-cho, Sanjusangen-do, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-0467
Horário : Das 8h às 17h. Excepcionalmente, de 16 de novembro a março, é das 9h às 16h. A bilheteria está aberta até meia hora antes do encerramento do templo.
Ingresso Individual : Adultos – ¥600, Estudantes de 13 a 18 de idade – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

泉涌寺 / Sennyu-ji
(Templo)


Um templo silencioso que situa-se em baixo do monte Getsurin na serra Higashiyama.

Endereço : 27 Yamanouchi-cho, Sennyu-ji , Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-1551
Horário : Das 9h às 16h30. Excepcionalmente, de dezembro a fevereiro, é das 9h às 16h.
Ingresso Individual : ¥500, Com visita ao jardim – mais ¥300
Estacionamento : Grátis

 

瀧尾神社 / Tatsuo Jinja
(Santuário)


Um santuário protegido por um Dragão de escultura grande em madeira.

Endereço : 11-chome 718, Hon-machi, Higashiyama-ku
Telefone : 075-531-2551
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Grátis

 

智積院 / Chishaku-in
(Templo)


O centro de Chizan-ha, um grupo japonês do budismo shingon de Wakayama.

Endereço : 960, Higashikawara-cho, Higashi-oji-dori Shichi-jo Kudaru, Higashiyama-ku
Telefone : 075-541-5361
Horário : Das 9h às 16h
Ingresso Individual : ¥500
Estacionamento : Grátis

 

東福寺 / Tofuku-ji
(Templo)


Um sítio famoso pelo céu com as folhas vermelhas de outono.

Endereço : 15-chome-778, Hon-machi, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-0087
Horário : Das 9h às 16h. Excepcionalmente, em novembro, é das 8h30 às 16h30. A bilheteria está aberta até meia hora antes do encerramento do templo.
Ingresso Individual : Ponte e Templo Adultos – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Jardim Adultos – ¥400, Crianças de 7 a 12 anos de idade – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

豊国神社 / Toyokuni Jinja
(Santuário)


Este suntuário foi criado em honra de Hideyoshi Taiko, conhecido também como Hideyoshi Toyotomi. Ele era um Daymyo do Período Sengoku, que unificou no Japão.

Endereço : 530 Chaya-machi, Yamato-oji Shomen, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3802
Horário : Livre Excepcionalmente, o museu está aberto das 9h às 17h. A bilheteria está aberta até meia hora antes de cada fechamento.
Ingresso Individual : Grátis, Com visita ao museu – ¥300
Estacionamento : Grátis

 

法住寺 / Hoju-ji
(Templo)


Este templo foi criado para honrar as mortes dos samurais que protegeram o 77º imperador do Japão, Go-Shirakawa.

Endereço : 655 Mawari-cho, Sanjusangen-do, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-4137
Horário : Das 6h às 17h
Ingresso Individual: ¥300 com um panfleto
Estacionamento : Grátis

 

三嶋神社 / Mishima Jinja
(Santuário)


Este santuário é utilizado para receber a benção da gravidez e de um parto feliz. O mensageiro deste Deus é uma carpa.

Endereço : 3-Chome, Kamiuma-cho, Todai-ji-dori Higashi-hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-531-5012
Horário : Livre
Ingresso Individual : Grátis
Estacionamento : Só para um carro.

 

養源院 / Yogen-in
(Templo)


Onde repousam algumas personagens importantes, Nagamasa Azai, Hideyoshi Toyotomi e Hidetada Tokugawa, que viveram e lutaram no período Sengoku entre a metade do século XV e o início do século XVII.

Endereço : 451-1 Maekawa-cho Miohoin, Higashiyama Shichi-jo Higashi Hairu, Higashiyama-ku
Telefone : 075-561-3887
Horário : Das 9h às 16h Excepcionalmente, nos dias 21 de janeiro, de maio e de setembro, o templo está aberto das 13h às 15h.
Ingresso Individual : ¥500
Estacionamento : Grátis

Monte Kurama e o Templo Kurama

by Sato Masataka; Kiyomasa Taniguchi; Mitunobu Tokunaga

Kurama-Yama
[ Monte Kurama e o Templo Kurama ]


Sobre o monte Kurama

O monte Kurama (Kurama-yama) fica no norte da cidade de Kyoto. Todos os anos, muitos turistas visitam este monte.

O monte Kurama é alvo da veneração de muitos visitantes. Diz-se que os espíritos dos Amor, Luz e Força coexistem neste monte.

O monte Kurama é um local com história, literatura,arte, e natureza, mas é também um monte de veneração. Bonzos budistas visitam-no na procura do ascetismo. Neste monte há vários templos, cada um com a sua divindade.

Aqui residem várias lendas. O quadro acima é a aparição fantástica de KURAMA-TENGU. Diz-se que KURAMA- TENGU mora desde há muito tempo.

1o pórtico dos dois deuses-guardiões

Aqui se pode ver NIO-MON(o pórtico NIO). Este pórtico, representando os dois deuses-guardiões, foi reconstruido em 1911.Este portão é a entrada do monte. A entrada custa 200 ienes.

O templo xintoísta yuki

Aqui se pode ver o templo xintoísta Yuki, reconstruido em 940. Yuki significa “estojo das flechas “. Este templo foi edificado para a paz no mundo.

a torre do ofício/ o Príncipe Yoshitsune

Nesta imagem vemos o lugar onde Minamoto-no-Yoshitune morava. Ele é um homem famoso na História do Japão e um general dos finais da era Heian. Diz-se que quando ele era ciança, perdeu seu pai e foi deixado neste templo. KURAMA-TENGU viu Yoshitune e sentiu pena. Então KURAMA-TENGU acolheu-o e ensinou-lhe as artes marciais. Esta lenda é muito famosa no Japão e episódio frequente na literatura japonesa.

Inochi

Inochi é o símbolo deste monte (uma estátua que representra amor, luz e força).Tyumon

Este portão se situa antes de NIO.

Tenporindo

Uma imagem budista com 3m e 5,60cm senta-se com dignidade.

Hondenkondo

Este templo xintoísta é o maior da montanha. Há um tesouro por debaixo desta construção.

Osugigongen

Este cedro tem mais ou menos mil anos. Os crentes vêm orar aqui.

Santuário de Yoshitune

Minamoto no Yoshitune é venerado neste santuário. Yoshitune se suicidou após uma luta em 1189, mas diz-se que alma permanece aqui.

Okunoinmaouden

Diz-se que satanás veio do planeta Vénus há 6 milhões e 500 mil anos. Esta construção consola-o.

Aqui se pode ver a saida do monte. Desde a entrada, este percurso demora mais ou menos uma hora e meia.

A festa da fogueira do monte KURAMA:

Em 940, se realizou a primeira festa da fogueira do monte KURAMA. Diz-se que as pessoas que viviam em Kyoto oraram pela paz; em mais ou menos 940 o mundo estava caótico pelas lutas, calamidades naturais (terremotos, etc).

Durante esta festa, realiza-se uma cerimônia onde se acende uma grande fogueira.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Telefone :

0757412003

Entrada :

200 ienes

Acesso:

descer na estação de Kurama.

Kinkakuji

by Ryosuke Yamamoto; Junichi Satou

金閣寺
Nome:Rokuon-ji (Pavilhão Dourado)

Nome Popular:Kinkaku-ji

Local: 1 Kinkakuji-chô,Kitaku, Quioto-shi, Quioto

Anos da Construção:1397anos

Fundador:Yoshimitsu Ashikaga

Acesso:Tem que pegar o ônibus e descer em frente de Kinkaku-ji ou Kinkakuji-michi.

Tarifa:400 ienes

É um dos templos mais conhecidos do Japão.

Kinkaku-ji (Pavilhão Dourado) foi destruido por um incêndio em 1950, mas reconstruido 5 anos depois.
Foi classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1994.

Este templo se caracteriza pelas folhas de ouro que o cobrem. Quando relfetido na lagoa em frente é uma visão magnífica para os visitantes.

O templo tem três andares. O primeiro é construido com um estilo diferente, conhecido por ¨Shinden-dukuri¨. O segundo andar tem a denominação de ¨Buke-dukuri¨ e o terceiro ¨Zensyu-you¨.

História

O local onde o Pavilhão Dourado (designado formalmente por ‘Shariden’) se situa foi usado por volta de 1220 como local de descanso para Kintsune Saionji, mas o pavilhão em si só foi construído em 1397, para servir como casa de repouso para o shogun Yoshimitsu Ashikaga. O seu filho foi o responsável pela conversão num templo Zen de orientação Rinzai.
Durante a Guerra dos Onin, o templo foi queimado várias vezes.

O neto de Yoshimitsu criou o Ginkaku-ji (Pavilhão de Prata) inspirado no Kinkaku-ji, e tencionava cobri-lo de prata, o que acabou por não conseguir fazer.

Matsuo-Taisha

by Mitsunobu Tokunaga; Takamasa Nishizaki

Matsuo-taisha é um dos templos xintoístas mais antigos de Quioto. No recinto do templo, há três jardins japoneses cheios de beleza e que causam boa impressão por causa da colocação das pedras. Os nomes desses jardins são Jyoko, Kyokusui e o Hourai. Este também é famoso por ser o Deus das bebidas alcoólicas. No recinto do templo, há a água de Kamei que se diz especialmente apropriada para a fermentação, a fazer fé nos comerciantes de bebidas alcoólicas. Além disso, esta água é famosa por ser considerada causa de longevidade da vida. Aqui decorre também o Festival Matsuo.

O jardim de Jyoko(também conhecido por Iwakura)

Jyoko significa“Há muito, muito tempo atrás”.
Antigamente, diz-se que não era um santuário neste templo xintoísta, e a pedra dentro do monte é o lugar onde o Deus fica.
Esse lugar também é chamado “Iwakura” ou “Iwasaka.
Esta obra mostra o lugar onde um ritual era cumprido, no monte Matsuo desde que este santuário foi construido.
Cada pedra deste jardim exprime um Deus.
Além disso, a pedra do centro exprime o Deus do homem e da mulher, e as pedras à volta mostram os deuses que obedecem à pedra do centro.

O jardim de Kyokusui

Foi durante o Período Heiyan que Matsuo-taisha mais prosperou e o jardim de Kyokusui exprime bem esse fato.

O jardim de Hourai

Hourai significa o mundo de um eremita lendário que vive nas montanhas da eterna juventude, e a idéia de Hourai que se sente atraída por esse mundo entrou na moda na época de Kamakura.
A pedra deste jardim parece a ave da eterna juventade, e as pessoas que vêemm isso sentem-se como se morassem no mundo do eremita lendário que vive nas montanhas.

O festival de Matsuo

O festival de Matsuo realiza-se há mais de mil anos.
Há duas cerimônias diferentes dentro do festival de Matsuo.
Uma é a Jinkou, em que os crentes são recebido na cidade, e a outra é o festival de Kankou, em que uma miniatura do santuário permanece durante três semanas na cidade (regressando depois a Matsuo-Taisha).

Data da realização

Primeiro domingo depois do dia 20 de abril.

O destaque

O festival Matsuo é famoso por Funatogyo.
Funatogyo significa o ritual xintoísta que manda do barco um espírito divino e o corpo de Deus até o mar ou o rio.
O destaque mais magnífico é que o santuário da miniatura manda do barco passa um rio de Katsura lentamente.

O objetivo deste festival

Este festival é cumprido para orar pela boa colheita e pela segurança dos crentes, e outros.

Acesso

Descer na estação de Arashiyama de trem (Linha Hankyu)

Templo de Kiyomizu

by Mitsunobu Tokunaga; Takamasa Nishizaki; Takuya Nishimura

O templo de KIYOMIZU, que significa “água pura” faz parte do conjunto dos templos famosos existentes em Quioto.
Trata-se de um lugar de turismo muito apreciado e muitos turistas o visitam sem se preocuparem de qual seja a estação ano.
O templo de KIYOMIZU registado como um do tesouros culturais do Japão, sendo também patrimônio cultural da humanidade.
O templo foi incendiado durante uma guerra mas foi reconstruído por Iemitsu Tokugawa em 1633

No templo há um edificio principal que se chama “KIYOMIZU NO BUTAI” (o palco de KIYOMIZU). No Japão há um ditado famoso que diz: “KIYOMIZU NO BUTAI KARA TOBIORIRU TSUMORIDE”, o que significa〝Atrever-se a saltar do palco de KIYOMIZU”Muitas pessoas saltavam e sobreviviam…
Segundo nossa pesquisa sobre KIYOMIZU, houve pessoas que saltaram no período de 1694 até 864, e cerca 85.4 %viveram.
Mas, o governo proibiu esse ato de saltar em 1872.
A paisagem do palco harmoniza-se bem com a encosta da montanha chamado “OTOWA”, e atrai muitos turistas todos os dias.

EVENTOS

No templo de KIYOMIZU existem muitos eventos, e desta vez vamos explicar sobre a visita especial realizada a noite. Durante o outono quando ocorre o avermelhamento das folhas das árvores o espaço é iluminado à noite, e a contemplação da paisagem fica ainda mais bela.
Na primavera se pode contemplar as flores das cerejeiras.

PREÇOS e HORÁRIO

O ingresso para entrar neste Templo custa 300 ienes para adultos e custa 200 ienes para estudantes do ensino de primeiro grau e de segundo grau.
O Templo geralmente está aberto das 6 horas da manhã até às 6 horas da tarde.

ACESSO

Se quisermos ir ao templo de KIYOMIZU, podemos escolher:
1.Tomar ônibus nº 206 ou 100 da Estação de Quioto, sair em GOJYOU ZAKA, e caminhar 10 minutos a pé.

2.Tomar o ônibus nº 18 na Estacão de Quioto 9, indo até HIGASHIYAMA GOJYOU, e caminhando 10 minutos a pé.

ENDEREÇO

O templo de KIYOMIZU fica na cidade de Quioto,no distrito de HIGASHIYAMAKU-KIYOMIZU 1 TYOU-ME 294.