Food Culture in Kyoto

November 24, 2019

by Shinij Yasuda, Shogo Koizumi and Kosuke Ono

On December 4, 2013, “Japanese traditional food culture” was registered as intangible cultural heritage of UNESCO (United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization). Japanese food has heart that the Japanese cherish and much wisdom, which was cultivated over a long history. This registration means that the value of Japanese food culture has been recognized by the world. Kyoto has a variety of traditional food that has been refined in long history and seasons, as well as fresh vegetables using seasonal vegetables. We would like you to know about food culture of Kyoto in this opportunity and enjoy this article.

 Background of food culture in Kyoto

Mountains and some rivers surround Kyoto. Because of this beautiful nature, Kyoto became capital city of Japan for hundreds of years after the Heian Era (794 – 1185) and Kyoto developed culture, religions and politics. Living in Kyoto, people had connection with the royal family, samurai and priests. Therefore, there is a cultural relationship with them. These events and conventions take root deeply in daily life that is became unique culture. Especially, food culture in Kyoto became very famous and it is necessary for Japan.

Kyoto is blessed with high quality water and the fertile soil, and the farm village region is nearby the urban area. In this way, transport of food is easy and this made a connection between village and city. Moreover, there is a teaching of Buddhism, so Kyoto people developed their food culture mainly on vegetables. Foodstuffs were carried from not only near places but from far places, so people in Kyoto had to improved preservation techniques. Moreover, people device a way to cook, and these developed the food culture of food.

In addition, diverse culture came from all over the country in Japan, which includes livelihood culture such as tea ceremony and flower arrangement in Kyoto. Moreover, more, Kyoto became famous place of production of lacquerware, ceramics, wood, and bamboo crafts as well. These built spiritual culture such as hospitality to others and seasonal feeling that affect the food culture of Kyoto.

 Characteristics of food culture in Kyoto

Japanese do not forget appreciation to animal food and vegetable food. Therefore, Japanese express their appreciations with the words, which are ‘itadakimasu’ said before meals, and ‘gochisousama’, said after meals. In addition, Japanese have a rule of not wasting food in the life. Moreover, it is very important for people who live in Kyoto to ascertain the essence of food. That is why people in Kyoto have more opportunities to be exposed to sophisticated culture of food than other people. Today, some spirits supports food culture in Kyoto.  The spirit of this culture embodies the ideas that Japanese should cherish beautiful nature in every season and treat someone very politely as a guest.

 Food culture of daily life

There is a food culture called “obanzai”. It is a kind of common traditional dish in Kyoto. Obanzai is flavored with soup base and it is made of vegetables in season. That is devised ways to use everything with no waste. In addition, by having a variety of foods, to people in Kyoto can maintain nutritional balance. Even now, merchant families carry on the life wisdom of tradition. Moreover, traditional food has meaning that a family’s health, safety, and it is made at each event. For example, osechi is Japanese New Year’s cuisine, a daggertooth pike conger dish is eaten during Kyoto summer Festival called Gion festival, Japanese people eats soba noodles on New Year’s Eve and so on. There is a dish that is eaten at every celebration and turning point in life. For instance, there are particular dishes for the sixtieth birthday celebration, the ceremony for a baby’s first meal and for a wedding. Furthermore, sushi culture developed like mackerel sushi because they have preservability. It is necessary as a special dish at anniversary. Kyoto has unique noodle dishs like Tanuki udon and herring soba. Soup bowl and rice bowl dishes orginally spread among craftsmen. As a unique Kyoto dish, there is a kinugasa-don. (Don means bowl of rice with topping)

 Famous food in Kyoto

Green tea… Green tea grows well in the high quality water and the fertile soil in Kyoto.

Japanese-style confection…It is served in traditional events and in the tea ceremony.

Refined sake…Kyoto is blessed with good quality ground water and sake of Kyoto has become very famous.

Conclusion

In conclusion, our Japanese cuisine; Japanese traditional dietary culture was designated as UNESCO cultural heritage. This is a great honor and indicates that Japanese terrific culture is recognized by the world. Kyoryori is made from special fresh vegetables and by mature people’s skill. Kyoto is surrounded by mountains and Lake Biwa is near Kyoto as is the Kamo River. It is related to why some clean vegetables are used to cook or make Kyouryori. This cuisine is based on four types of cuisine. “Japanese culinary art and culture which focuses on court noble”, “highly ritualized full-course meals which focuses on Samurai warriors”, “vegetarian dishes which focuses on the Buddhist monks who cannot prey on animals” and “tea ceremony dishes which developed with tea ceremony. This implies table manners.These are recognized that people eat these cuisines while drinking. Primarily, the most significant thing to make Japanese cuisine is aesthetic appeal. In addition, color scheme is also essential thing. Chef has an important role to cook these food and care about beautifully arranged on plates. Plates such as a bamboo ware, woodenware, glassware and utensils have to be suitable. Besides the appearance of food, one thing that is important is a sense of the season. Chefs always consider what they have to do to make customers enjoy the meals so they have to figure out which food is currently in season and cook seasonable delicacies. Ultimately, they bring out the natural flavor of ingredients and make the most of the flavor of each food. Most of the ways of cooking Japanese cuisine are simple. For example, sliced raw fish is used as sushi. That way, seafood is eaten raw. It could be the best way to keep the flavor from tasting bad. Most foreign countries do not do this.

Ryoanji

by Masataka Sato


Ryouanji é o templo de Rinzai e foi fundado por HOSOKAWA KATSUMOTO, um famoso militar. O terreno inicial era maior do que o atual, mas foi reduzido devido a vários incêndios. Ryoanji foi classificado pela UNESCO como patrimônio mundial da humanidade.

O Hojo é conhecido como “o jardim rochoso de Ryoanji”. A sua largura é 22 metros e profundidade é 10 metros. As suas areias brancas são forradas e contêm15 pedras. Este jardim representa o jardim de pedra (KARESANSUI) e compara as areias com a corrente da água. Existem 15 pedras, mas o visitante só consegue encontrar 14. No oriente o número 15 significa a perfeição, porque a lua da noite de 15º é uma lua cheia. Por isso, este 14 significa a “imperfeição”. E também pelo conceito do Japão de que o que “colapso começa quando qualquer coisa começou”.

Tsukubai é um pequeno tanque de pedra com água para lavar as mãos e a boca antes de beber CHÁ. 4 kanjis são escritos nesta pedra e a frase significa “Eu estou satisfeito com a vida presente”. Portanto, se não conseguir identificar as 15 pedras, não seja ganancioso e viva a sua vida em que sempre posso sentir satisfeito “agora”.
KYOYOCHI(oshidoriike) o lago do pato de mandarim

Há um grande lago no lado sul do templo.O jardim ao lado do lago era mais famoso que o jardim HOJO, porque era um lugar onde os patos de mandarim juntam.

Telefone : 075-463-2216

Entrada : adulto 500 ienes; criança 300 ienes

Acesso : Descer na Estação de Ritsumeikandaigaku-mae(número50 de outocarro cidadão) e depois 7 minutos a pé.

Templo de Jisha

by Koshi Soeta; Kanako Yoshida

O Templo de Jisha fica em Higashiyama, na Prefeitura de Quioto.

Até ao Período Edo, o templo foi uma divindade local do Templo de Kiyomizu. No templo, ’’Okunishu’’ (um personagem da mitologia japonesa) é muito popular como deus do matrimônio para os casais e os jovens.

A sua fundação remonta ‘‘Período Kamiyo’’ (660 a.C.), ou seja o Templo de Jisha se é anterior à prórpia fundação do Japão!

O pavilhão do santuário foi completamente reconstruído pelo General Iemitsu Tokugawa em 1663. O portão principal é indicado como propriedade cultural importante do Japão e, em 1994, foi registrado como Patrimônio Cultural, integrado como uma pate do Templo Kiyomizu.

O precinto tem árvores de cereja de lugar famoso que chama “flor da cereja de Jisha”.
No primeiro domingo de cada mês, às 2 horas da tarde, ocorre a festa de Jisha Enmusubi.

No recinto do Templo existem algumas pedras pequenas. Não se sabe quando começou esta tradição, mas são consideradas pedras da fortuna para o bom amor. Diz-se que quem conseguir andar de olhos fechados desde a primeira até a última pedra,terá sorte no amor.

Desde que foi registrado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, tem recebido muitos turistas.

Quando vierem a Quioto, visitem o Templo de Jisha!

PREÇO e HORÁRIO

O Templo geralmente está aberto das 9 horas da manhã até às 5 horas da tarde.
O ingresso para entrar neste Templo custa 300 ienes para adultos e 200 ienes para estudantes do ensino de primeiro grau e de segundo grau.

ACESSO

Duas alternativas:
1.Tomar ônibus nº 206 ou 100 da Estação de Quioto, sair em Gozyozaka ou Kiyomizunomichi, caminhar 10 minutos a pé , passando Kiyomizu no Butai, virar esquerda.
2.Tomar taxi da Estação de Quioto Hachijoguchi. Demora cerca de 15 minutos.

ENDEREÇO

Higashiyama-ku Kiyomizu 1 – 317
Quioto

Kinkakuji

by Ryosuke Yamamoto; Junichi Satou

金閣寺
Nome:Rokuon-ji (Pavilhão Dourado)

Nome Popular:Kinkaku-ji

Local: 1 Kinkakuji-chô,Kitaku, Quioto-shi, Quioto

Anos da Construção:1397anos

Fundador:Yoshimitsu Ashikaga

Acesso:Tem que pegar o ônibus e descer em frente de Kinkaku-ji ou Kinkakuji-michi.

Tarifa:400 ienes

É um dos templos mais conhecidos do Japão.

Kinkaku-ji (Pavilhão Dourado) foi destruido por um incêndio em 1950, mas reconstruido 5 anos depois.
Foi classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1994.

Este templo se caracteriza pelas folhas de ouro que o cobrem. Quando relfetido na lagoa em frente é uma visão magnífica para os visitantes.

O templo tem três andares. O primeiro é construido com um estilo diferente, conhecido por ¨Shinden-dukuri¨. O segundo andar tem a denominação de ¨Buke-dukuri¨ e o terceiro ¨Zensyu-you¨.

História

O local onde o Pavilhão Dourado (designado formalmente por ‘Shariden’) se situa foi usado por volta de 1220 como local de descanso para Kintsune Saionji, mas o pavilhão em si só foi construído em 1397, para servir como casa de repouso para o shogun Yoshimitsu Ashikaga. O seu filho foi o responsável pela conversão num templo Zen de orientação Rinzai.
Durante a Guerra dos Onin, o templo foi queimado várias vezes.

O neto de Yoshimitsu criou o Ginkaku-ji (Pavilhão de Prata) inspirado no Kinkaku-ji, e tencionava cobri-lo de prata, o que acabou por não conseguir fazer.

Outuno de Quioto

by RyosukeYamamoto; HattaMariko; Yoshimasa Saito

No Japão costuma-se contemplar a natureza no outono. O outuno de Quioto é conhecido pelo vermelho das suas folhas, ou o chamado “momiji”.

De acordo com vários inquéritos realizados no Japão, o lugar mais famoso para contemplação das folhas vermelhas de Quioto é o Templo Kyomizudera.

Em segundo lugar, está Arashiyama, cujo nome significa “Montanha da Tempestade”.

Em terceiro lugar estão o Templo Sanzen-in e o Templo Eikando.

O Templo Sanzen-in fica um pouco afastado do centro da cidade, a cerca de uma hora da Estação de Quioto. O “momiji” do Templo Eikando é muito famoso em todo o Japão.

Voltando ao Templo Kyomizudera, pode visitar este local pegando o ônibus nº3 na Universidade de Estudos Estrangeiros de Quioto, saindo em Kawaramachi. Aí, pega o ônibus nº207 até Kyomizumichi. Aqui poderá subir o caminho conhecido por “Kyomizuzaka”, durante mais ou menos um quilômetro. Durante este passeio, tem muitas lojas pequenas onde poderá comprar lembranças.

Não só no outono, mas durante todo o ano este lugar é visitado por muitos turistas. Este lugar foi classificado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Este templo tem um grande terraço onde poderá observar o “momiji” no seu esplendor. Este local está aberto à noite e iluminado em novembro e dezembro. Se estiver em Quioto nestes meses, não deverá perder esta experiência!

Castelo Nijo

by Erika Harada; Mamiko Takasaki; Yoshitomo Muroi

História do Castelo de Nijo

A construção do Castelo foi ordenada por Ieyasu Tokugawa em 1603. Em 1788, houve um incêndio em Quioto e parte do Castelo foi destruida.
Em 1867, o governo do Japão é devolvido ao Imperador e, um ano depois, a família Tokugawa entrega a tutela do castelo à Família Imperial.
A partir de 1939, o município de Quioto passou a administrar o Castelo de Nijo e um ano depois o seu interior é aberto a todos os que o desejam visitar.
Em 1952, o Castelo é indicado como Tesouro Nacional e em 1994 a UNESCO escolhe o castelo como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Interior de Castelo

Explicação

Dentro do Castelo existem 3000 desenhos e 954 são considerados como tesouros importantes da Cultura Japonesa.

Pintor

Os desenhos no interior têm nomes e decorações próprias e as pinturas foram feitas pelo pintor Kanou Tanyu.

Espaço no interior

Castelo de Nijo tem cinco espaços em seu interior.
1.Shiro-Shoin

2.Kuro-Shoin

3.Ouhiroma

4.Shikidai

5.Toosamurai

Flores de Nijo



Jardim do Castelo de Nijo

O jardim de Ninomaru
Outro nome: O jardim de Hachijim
Características

  • Há uma lagoa no centro
  • Tem três ilhas que flutuam na lagoa,
    chamadas de Ilha de Hourai,
    IIha de Came,IIha de Tsuru

Jardim de Honmaru

Características

  • Foi completado em 1896.
  • Esse jardim tem estilo ocidental.
  • O gramado e as plantas são o centro do jardim.

Jardim de Seiryuen

Característica

  • Foi construido em 1965.
  • Combinação de estilo japonês e ocidental.

A administração do Jardim

A manutenção e administração do jardim são feitas pelo pessoal da cidade de Kyoto que fazem

  • Proteção das cicadáceas(tipo de palmeira) contra o frio.
  • Eliminação das folhas dos pinheiros.

Outras Informações

O mapa

Asesso
Trem

Na Estaçao de Quioto, tomar trem JR para Nijo
Descer em frente.

Bilhete

Adultos:600 ienes
Estudante ginásio e colégio:350 ienes
Estudante primário:200 ienes

Horário

das 9:00 às16:00(fechado nas terças feiras)