Preparazione del dolce tradizionale “otabe”

June 4, 2016

L’otabe è uno dei dolci più popolari a Kyoto, se non addirittura il più popolare di tutti. Chiunque abbia visitato Kyoto almeno una volta lo ha senz’altro visto in qualche negozio. Vi vogliamo spiegare come si fanno gli otabe, e presentare una luogo dove si può fare l’esperienza della loro preparazione: la sede centrale della ditta Otabe, in cui accanto alla fabbrica di dolci c’è un locale adibito all’esperienza della preparazione.  

Nel locale possono entrare quaranta clienti alla volta, divisi in dieci tavoli a quattro posti.

無題

Sui tavoli ci sono istruzioni scritte, ma c’è anche personale della ditta che assiste nella preparazione dei dolci, in giapponese, cinese e inglese. Adesso vi raccontiamo l’esperienza come l’abbiamo vissuta noi due.

無題.pngo

Prima di tutto, si mescolano gli ingredienti già pronti (farina di riso e zucchero), si aggiunge acqua e si mescola di nuovo. In seguito si versa il preparato negli appositi stampi, e si fa cuocere a vapore.

無題.pngoooooo

Durante la cottura, il personale mostra la fabbrica ai visitatori, spiegando la lavorazione dei dolci, dagli ingredienti al prodotto finito. Si possono anche assaggiare dolci appena sfornati.

無題.pngooooooo

Continuando la preparazione, si cospargono di farina di soia tostata il tavolo e il mattarello per evitare che l’impasto si attacchi.

Quando l’impasto di farina di riso è cotto, si divide ancora caldo in due parti, e poi ulteriormente in tre parti.

無題.pngoo

Si possono aggiungere cannella o maccha (il tè verde in polvere giapponese), per ottenere l’impasto al gusto che si desidera.

Si stende l’impasto col mattarello, e si taglia in forma quadrata.

無題.pngoooooooo

Si aggiunge il ripieno di marmellata di azuki, di cui si possono scegliere tre tipi, si chiude come un tortello, e l’otabe è pronto.

 

無題.pngooooooooooo

In seguito si prepara il tè maccha, e quando è pronto si mangia l’otabe con il tè.

L’eserienza solitamente dura tra un’ora e mezzo e due ore, a seconda delle condizioni dell’impasto.

無題.pngoooooooooo

Durante l’esperienza si possono fare foto, che a richiesta sono stampate su una cartolina.

(La stampa è inclusa nel prezzo.)

無題.pngoooo

Lungo la scala dell’edificio principale sono spiegate la storia e la filosofia della ditta.

無題.pngooooo

Tariffa: 600 yen a persona

Mappa d’accesso: 35-2 Takahata-machi Nishikujo Minamiku Kyoto

無題.pngi

Url: http://otabe.dt-r.com/

Yatsuhashi – Um docinho à base de farinha de arroz

Yatsuhashi  – Um docinho à base de farinha de arroz

By Madoka Kotani, Misaki Tada, Yasuyuki Ouchi

 

O que é Yatsuhashi?

“Yatsuhashi” é um doce tradicional japonês, famoso particularmente em Quioto. Os muitos turistas que visitam esta cidade compram “yatsuhashi” para oferecer como lembrança da sua visita a esta cidade. De acordo com os números do Instituto de Turismo de Quioto, 45,6 % dos turistas que visitaram esta cidade compraram este doce como lembrança.

Formas

A duração do sabor deste confeito é de 9 até 11 dias, aproximadamente.

Este doce é feito a partir de farinha de arroz, açúcar, e canela. Estes ingredientes são misturados, formando uma massa. Em seguida são cozinhados a vapor e cortados no tamanho decidido. Durante a sua confecção, podem ser produzidas duas formas: uma de retângulo e outra de quadrado. O doce em forma de retângulo tem duas maneiras de confecção: uma bem cozida e outra não. O doce com forma de quadrado é recheado com massa doce de feijão. A massa doce é cozinhada com feijão e depois fervida com açúcar. Esta massa é muito usada na doçaria japonesa, chamada “Wagashi”.

Ambos os tipos de “yatsuhashi” são polvilhados com “kinako”, um pó feito de soja frita.

Origem

Diz-se que a origem do”yatsuhashi” remonta ao ano de 1689, em pleno Período Edo. Nesse ano, yatsuhashi foi vendido pela primeira vez na confeitaria “Seigoin-Yatsuhashi” e “Nishio Yatsuhashi”. Nessa altura, existia apenas o yatsuhashi bem cozido. Somente a partir do ano 1960 é que começou ser vendido o yatsuhashi não cozido no forno e fofinho, que hoje é o mais popular no Japão.

Sabores

Normalmente, o sabor mais popular é o de canela. Além deste sabor, há yatsuhashi de matcha, sésamo, etc. Também encontramos recheio com Anko de chocolate ou frutas como morango e banana. Cada empresa confecciona um sabor diferente, por isso, um dos prazeres de passear em Quioto é ir descobrindo os vários sabores deste doce nas lojas que se encontram.

Locais de compra

Há muitas lojas que produzem e vendem o yatsuhashi. As mais famosas são:

Izutsu Yatsuhashi: Kawabata-dori-Shijo-agaru em Higashiyama-ku

Tel: 075-531-2121

10:00~21:00

http://www.yatsuhashi.co.jp/

Shogoin Yatsuhashi: 6banchi Sanou-cho-Shogoin em Sakyo-ku

Tel: 075-752-1234

8:00~18:00

http://www.shogoin.co.jp/

Honke Nishio Yatsuhashi: 7banchi Nhishi-machi-Shogoin em Sakyo-ku

Tel: 075-761-0131

8:00~17:00

http://www.8284.co.jp/

O yatsuhashi pode ser comprado também em quase todos os locais de interesse turístico da cidade, como por exemplo a Estação de Quioto, Gion, Arashiyama etc.

Yatsuhashi – um doce tipicamente japonês

O doce japonês

por Natsumi Oku; Erika Ono

 

Este doce deve o seu nome a um famoso músico e compositor de Koto: Kengyo Yatsuhashi. Koto é um instrumento de 13 cordas parecido com uma guitarra. Pouco depois de Kengyo Yatsuhashi falecer, em 1689, um doce parecido com a forma de uma guitarra Koto começou a ser comercializado perto do Santuário Shogoin. Hoje em dia, Yatsuhashi é dos doces japoneses mais típicos e representativos de Quioto.

Há vários tipos de Yatsuhashi:

O Namayatsuhashi usa farinha de arroz e açucar como ingredientes. O Katayakiyatsuhashi (antes conhecido por Yakisenbei) também usa farinha de arroz, mas é cozinhado. Ambos são muito famosos.

 

Recentemente, existem Yatsuhashi com os mais variados sabores, como por exemplo morango,  chocolate, castanha, chá verde em pó, banana ou até canela.

 

Muitos turistas compram Yatsuhashi como lembrança de Quioto. De todos os estrangeiros que visitam a cidade, quase metade (46%) compra estes doces como lembrança. O Yatsuhashi pode ser comprado em quase todas as lojas de lembranças na cidade de Quioto, como na Estação de Quioto, na Estação de Osaca ou no Aeroporto Internacional de Kansai.

 

 

Yatsuhashian KAKEHASHI

Ami Ikeda, Shiori Ikeda

 

Yatsuhashi è uno dei dolci giapponesi tradizionali che rappresentano Kyoto, e sono spesso comprati e regalati come souvenir di Kyoto.

Gli yatsuhashi sono fatti usando farina di riso, zucchero e cannella come ingredienti. Ci sono sia gli yatsuhashi cotti, sia gli yatsuhashi crudi (nama yatsuhashi), cioè yatsuhashi ottenuti semplicemente cuocendo a vapore l’impasto.

L’esterno del negozio Yatsuhashian Kakehashi

 

Ci sono tanti negozi di yatsuhashi a Kyoto, ma ve ne vogliamo presantare uno che si trova vicino alla stazione di Nishikyogoku della linea Hankyu, e che si chiama Yatsuhashian Kakehashi. Al pianterreno c’è una buvetta dove si possono mangiare buffet di vari tipi di piatti tradizionali di Kyoto ed esperire la tradizione gastronomica giapponese.

Il locale dove si possono degustare i piatti tipici giapponesi

 

Le teche dei souvenir

 

Potete inoltre comprare un souvenir di Kyoto da portare con voi quando tornate in Italia.

~Menu della buvetta~

・Yatsuhashi → 840~1260 yen per 50 minuti

・Daifuku di fragola → 1365 yen per 50minuti

(Il daifuku è un dolce di riso farcito con marmellata di fagioli.)

Daifuku di fragola

 

・Tofu → 1260 yen per 60minuti

・Manju di verdura → 1200 yen per 50minuti

(Il manju è una specie di gnocchetto di pasta di riso bollita con ripieno, dolce o salato.)

 

Per mangiare il buffet bisogna prenotare, per telefono o tramite internet.

 

~Indirizzo~

Kyotoshi, Ukyouku, Nishikyogokuguncho 8

TEL. : 075-316-0415 / FAX. : 075-315-9706

E-mail : info@yatuhasian.jp

Sito internet : http://yatuhasian.jp/about/

 

Per arrivarci ci vogliono circa 15 minuti dalla stazione di Nishikyougoku della linea ferroviaria Hankyu.

Omiyage em Quioto

by Fumiko Ueno; Megumi Tanenaka

Omiyage em Quioto

Quem visita o Japão, sabe que a palavra omiyage significa lembrança.

Há muitos tipos de omiyages interessantes em Quioto.

 

Um dos mais famosos é um doce chamado “Yatsuhashi”.

É como arroz de massa com feijão doce no seu interior.

Recentemente, podemos encontrar algumas variações, com sabores a chocolate, morango, chá verde, banana, etc…

É fácil encontrar “Yatsuhashi” ao gosto de cada pessoa.

 

Em Quioto também se pode comprar  “Tsukemono”, picles japoneses para serem desfrutados com arroz.

Porém, Quioto é uma das cidades mais tradicionais do Japão, sendo por isso também famoso omiyages como leques, bonecas e brinquedos japoneses, artigos sobre Samurai, kimonos, palitos, etc…

Escolher um ou mais omiyages é um dos prazeres mais apreciados dos que visitam Quioto.

Shogoin Yatsuhashi

by Chiaki Imanaka

Gengaku-dou

Yatsuhashi is a famous Kyoto sweet. It was named after Kengyo Yatsuhashi, a well-known koto player and composer of koto music. The koto is a long, 13-stringed instrument that is plucked like a harp or a guitar. In 1689, four years after Yatsuhashi died at age 72, a sweet that was shaped like a koto was named after him — “yatsuhashi” — and began to be sold on the approach to Shogoin Shrine. Soon after, the sweets began to be called “Shogoin yatsuhashi”. The main shop that made these confections was Genkaku-dou. “Gen” means “black,” and it was also used as a common name for Konkaikoumyou-ji Temple, which Kyoto people also referred to as “Kurodani-san” (“black valley”). “Kaku” means crane, and the cry of the crane is similar to the sound of a koto. This store has been in business for over 300 years. Around 1905, yatsuhashi became a popular Kyoto souvenir among Japanese visitors to Kyoto. At that time, vendors stood outside Kyoto Station and sold packages of yatsuhashi.

Kengyo Yatsuhashi with a Koto

There are two types of yatsuhashi: baked and unbaked. Generally, most people think of yatsuhashi as baked. Unbaked yatsuhashi is called “hijiri.” The ingredients used to make baked yatsuhashi are only pounded rice with a little bit of cinnamon and sugar added for flavor. Baked yatsuhashi has been around since 1689 and is like a crisp cracker. Now it is made by machine, but until 1970 it was handmade and baked on a hot plate. During WW II, yatsuhashi couldn’t be made because of the scarcity of rice.

Hijiri, or unbaked yatsuhashi, began to be sold around 1960. To make this kind of yatsuhashi, rice flour is kneaded with hot water and steam; it is then mixed with sugar, cinnamon, and sometimes poppy seeds and finely rolled out flat. It is then cut into 8cm x 8cm squares and soybean flour is sprinkled on both of its sides. Azuki red bean jam is placed inside, and then the hijiri is folded over to form a triangle. These days three new flavors have been added to the traditional taste of zuki red bean jam: macha (powdered green tea), strawberry, and peach. You should try to eat these varieties at one serving!

Baked yatsuhashi

Hijiri with azuki bean jam

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Yatsuhashi will keep for three months, but unbaked yatsuhashi will keep for only a week unopened. You can buy yatsuhashi in at some stores in Kyoto, also at Kyoto Station, JR Osaka Station, Kansai International Airport, and Itami Airport.

 



Baked and unbaked yatsuhashi souvenir packages



Souvenir Shogoin yatsuhashi from Shogoin.

http://www.shogoin.co.jp/new.html